Demarcações epistemológicas dos estudos de citação: o fenômeno da citação

Palavras-chave: Estudos de Citação, Epistemologia, Práticas de Citação, Práticas Científicas

Resumo

Revela as demarcações epistemológicas que configuram os estudos de citação na contemporaneidade. Parte-se do pressuposto de que os fenômenos e objetos dos estudos de citação necessitam de melhor detalhamento epistemológico no âmbito da intersecção dos entre os Estudos Métricos, a Comunicação Científica e a Ciência da Informação. Tem como propósito central identificar e sistematizar os elementos científicos que estabelecem os estudos de citação como uma especialidade temática, com enfoque na discussão existente entre a relação entre objeto, fenômeno e práticas científicas. Situa o conjunto de práticas de citação e referenciação como produtos decorrentes das práticas científicas existentes e visualizadas nos registros e contribuições realizadas pelos pesquisadores. Critica a visão e as incursões quantitativas que predominam os estudos de citação na atualidade, de forma a ampliar o escopo de aplicações que problematizem os fenômenos e objetos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Murilo Artur Araújo da Silveira, Universidade Federal de Pernambuco

Doutor em Comunicação e Informação (UFRGS).
Professor do Departamento de Ciência da Informação (UFPE).

Sônia Elisa Caregnato, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Doutora em Information Studies (University of Sheffield).
Professora do Departamento de Ciências da Informação (UFRGS).
Publicado
2017-12-24
Como Citar
Silveira, M. A. A. da, & Caregnato, S. E. (2017). Demarcações epistemológicas dos estudos de citação: o fenômeno da citação. Informação & Sociedade: Estudos, 27(3). Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/index.php/ies/article/view/33847
Seção
Memórias Científicas Originais