Um método entre a Filosofia da Informação e a Organização do Conhecimento: Wittgenstein, epistemologia histórica e crítica da linguagem

  • Gustavo Silva Saldanha Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)
Palavras-chave: Filosofia da Informação, Epistemologia da Ciência da Informação, Ludwig Wittgenstein, Filosofia da Linguagem, Epistemologia histórica.

Resumo

A partir do percurso metodológico de Wittgenstein, a presente reflexão filosófica discute as possibilidades de sistematização de um método filosófico, no contexto da filosofia da linguagem ordinária, que vai da filosofia da informação à organização do conhecimento. Os conceitos de gramática, linguagem ordinária, jogos de linguagem e apresentação panorâmica são discutidos como bases para uma relação entre “recordar” e “filosofar”. Para o estudo, foram consultadas as fontes clássicas, em sua tradução para o português, do Tratado-Lógico-Filosófico e Investigações Filosóficas, com o cotejamento das traduções portuguesa e brasileira, além de fontes complementares, junto de diferentes comentadores, que indicam as mudanças de perfil do pensamento de um “primeiro” para um “segundo” Wittgenstein. O itinerário do método wittgensteiniano na direção do “solo áspero” nos permite reencontrar uma epistemologia histórica no contexto da formação do pensamento informacional, reestabelecendo um diálogo entre filosofia e epistemologia, epistemologia e teorias, dentro do campo, recontextualizando e reaproximando os cenários de produção conceitual, teórica e metodológica Ciência da Informação. Especificamente, no plano sociossimbólico, o método wittgensteinano nos recoloca diante de uma dimensão ampla e aberta para a crítica da cultura: sua visão “gramatical”, sustentada pela linguagem, funda um modo de perceber a dinâmica das diferenças e suas identidades na realidade social, demandado o olhar permanente sobre as contingências e suas singularidades. Trata-se, pois, em última instância, de um método cultural para a filosofia da informação tecida a partir dos olhares da Ciência da Informação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gustavo Silva Saldanha, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)
Bacharel em Biblioteconomia (ECI -UFMG - 2006) Especialista em Filosofia Medieval (Faculdade São Bento - RJ - 2010) Mestre em Ciência da Informação (ECI - UFMG - 2008) Doutorando em Ciência da Informação (IBICT / UFRJ - 2010) Professor assistente da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) Bibliotecário da Fundação Biblioteca Nacional (FBN - 2006 - 2010) Bibliotecário da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE - 2010)
Publicado
2018-12-28
Como Citar
Saldanha, G. S. (2018). Um método entre a Filosofia da Informação e a Organização do Conhecimento: Wittgenstein, epistemologia histórica e crítica da linguagem. Informação & Sociedade: Estudos, 28(3). https://doi.org/10.22478/ufpb.1809-4783.2018v28n3.38084
Seção
Artigos de Revisão