Análise da Gestão da Informação na Atenção Básica em Saúde: um estudo em Unidades de Saúde da Família

  • Beatriz Rosa Pinheiro dos Santos Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Faculdade de Filosofia e Ciências (UNESP-FFC) http://orcid.org/0000-0001-8620-2612
  • Ieda Pelógia Martins Damian Universidade de São Paulo - Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (USP/FFCLRP) Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Faculdade de Filosofia e Ciências (UNESP-FFC) http://orcid.org/0000-0001-5364-3243
Palavras-chave: Gestão da Informação, Atenção Básica em Saúde, Sistemas de Informação em Saúde, Prontuário do Paciente, Análise de Conteúdo.

Resumo

Atualmente, os sistemas de informação em saúde presentes nas Unidades de Saúde da Família, auxiliam os profissionais a produzirem diariamente um alto volume de informação. Diante disso, torna-se imprescindível que essa quantidade de informação produzida seja gerenciada de maneira inteligente, com o intuito de facilitar e otimizar o uso da informação nas ações diárias e nas tomadas de decisões dessas unidades. O problema que conduziu o desenvolvimento desta pesquisa foi: Como as Unidades de Saúde da Família utilizam e lidam com a gestão da informação nas suas práticas de trabalho e tomadas de decisão?  À vista disso, o objetivo foi analisar os processos da gestão da informação e sua presença nas práticas de trabalho das Unidades de Saúde da Família. A pesquisa é de natureza qualitativa, do tipo descritiva e exploratória e aplicada nas Unidades de Saúde da Família de Gália, Cândido Mota, Garça e Vera Cruz, municípios do estado de São Paulo. Para análise dos dados pesquisados foi empregado o método de Análise de Conteúdo. A análise demonstrou que as Unidades de Saúde da Família que apresentaram melhores resultados de desempenho diante dos indicadores da atenção básica, demonstraram realizar algumas práticas da gestão da informação se comparadas as unidades que apresentaram resultados insatisfatórios perante os indicadores. Logo, a gestão da informação contribui para os resultados das práticas oriundas do atendimento aos pacientes das unidades. Todavia, em geral, foi possível perceber que não havia uma gestão da informação efetiva nas práticas de trabalho das unidades analisadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Beatriz Rosa Pinheiro dos Santos, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Faculdade de Filosofia e Ciências (UNESP-FFC)
Mestre em Ciência da Informação e doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/FFC, Marília, São Paulo.
Ieda Pelógia Martins Damian, Universidade de São Paulo - Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (USP/FFCLRP) Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Faculdade de Filosofia e Ciências (UNESP-FFC)
Doutora em Administração. Docente do curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação da USP/FFCLRP e Docente do PPGCI UNESP/MARÍLIA.  
Publicado
2019-09-30
Como Citar
Santos, B. R. P. dos, & Damian, I. P. M. (2019). Análise da Gestão da Informação na Atenção Básica em Saúde: um estudo em Unidades de Saúde da Família. Informação & Sociedade: Estudos, 29(3). https://doi.org/10.22478/ufpb.1809-4783.2019v29n3.45547
Seção
Relatos de Pesquisa