Os rankings universitários como sistemas de organização do conhecimento: considerações teóricas

Resumo

Considerando que os Sistemas de Organização do Conhecimento – SOC – constituem tradicionalmente o núcleo do campo disciplinar da Organização do Conhecimento, por permitirem o processo de representação, busca-se identificar e caracterizar os rankings universitários por meio da análise de sua natureza classificatória, valendo-se dos quatro rankings internacionais mais importantes: THE, Shangai, Leiden e QS a partir de suas notações, facetas, edições e formas de atualização, Os resultados confirmam que tais rankings atuam como SOC pois organizam um conhecimento para propiciar a geração de um novo conhecimento, mais específicamente como sistemas facetados de classificação permeados, como os demais SOC, por vieses culturais específicos Por outro lado, seu dinâmico processo de actualização permite uma constante remodelação de sua estructura, em consonância com a velocidade dos tempos atuais.

Palavras-chave: Sistemas de Organização do Conhecimento. Rankings Universitarios. Estruturas classificatórias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

José Augusto Chaves Guimarães, Unesp Marília

Professor Titular do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação. Universidade Estadual Julio de Mesquita Filho, Brasil. Bolsista de Produtividade do CNPq.

Publicado
2021-01-12
Como Citar
Guimarães, J. A. C. (2021). Os rankings universitários como sistemas de organização do conhecimento: considerações teóricas. Informação & Sociedade: Estudos, 30(4), 1-23. https://doi.org/10.22478/ufpb.1809-4783.2020v30n4.57187
Seção
Memórias Científicas Originais