Vannevar Bush e as matrizes discursivas de As we may think: por uma possível história da Ciência da Informação

  • Ana Luiza Medeiros
  • Nadia Vanti
Palavras-chave: Epistemologia da Ciência da Informação, História da Ciência da Informação

Resumo

Analisa as matrizes discursivas do cientista estadunidense Vannevar Bush cristalizadas através do artigo, As We May Think - Como podemos pensar -, considerado uma importante rede enunciativa da ideologia científica para um novo campo do saber, a Ciência da Informação. Apóia-se no referencial teórico-metodológico proposto pelo filósofo Michel Foucault, com vistas a aplicar a esta análise o método de investigação arqueológica, apropriado para os estudos epistemológicos das ciências. Constata, através da análise discursiva, que o artigo enquanto enunciado constitui a representação de uma episteme própria de um momento histórico, em que se encontra o nascimento dos discursos da nova ciência.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-12-23
Como Citar
Medeiros, A. L., & Vanti, N. (2011). Vannevar Bush e as matrizes discursivas de As we may think: por uma possível história da Ciência da Informação. Informação & Sociedade: Estudos, 21(3). Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/index.php/ies/article/view/9652
Seção
Artigos de Revisão