A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E A GESTÃO PÚBLICA

  • Stefanie Giulyane Vilela do Nascimento Universidade Federal da Paraíba
  • Gustavo Henrique de Araújo Freire Universidade Federal da Paraíba
  • Guilherme Ataíde Dias Universidade Federal da Paraíba
Palavras-chave: Tecnologia da Informação, Gestão Publica, Transparência

Resumo

Contextualiza o momento atual da gestão pública e aborda o papel das Tecnologias da Informação e Comunicação para a melhoria da qualidade de serviços públicos prestados e no auxílio ao desenvolvimento de práticas democráticas. O levantamento bibliográfico demonstra a premente necessidade de adaptação dos gestores públicos. Estamos em um momento em que o direito de acesso à informação de cunho governamental é finalmente regulamentado, existe a expectativa de novas políticas e programas que visem a garantir esse direito. Entretanto, só ocorrerá sua efetivação quando o Estado obtiver sucesso ao lidar com as exclusões digital e informacional.

Biografia do Autor

Stefanie Giulyane Vilela do Nascimento, Universidade Federal da Paraíba

Tecnóloga em Sistemas de Telecomunicações pelo Instituto Federal de Educação Ciências e Tecnologia da Paraíba, Brasil.

Mestranda do Mestrado Profissional em Gestão de Organizações Aprendentes pela Universidade Federal da Paraíba, Brasil.

Gustavo Henrique de Araújo Freire, Universidade Federal da Paraíba

Doutor em Ciência da Informação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil.

Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da  Universidade Federal da Paraíba, Brasil.

Guilherme Ataíde Dias, Universidade Federal da Paraíba

Doutor em Ciência da Informação pela Universidade de São Paulo, Brasil.

Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da  Universidade Federal da Paraíba, Brasil.

Referências

AQUINO, Yara. Jorge Hage diz que Governo Aberto é aposta na democracia. Agência Brasil, Brasília, 17 abr. 2012. Disponível em: <http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2012-04-17/jorge-hage-diz-que-governo-aberto-e-aposta-na-democracia> Acesso em: 03 ago. 2012

BENTO, Leonardo Valles. Governança e Governabilidade na reforma do Estado: entre eficiência e democratização. Barueri: Manole, 2003

BRASIL. Lei nº 12.527, de 18 de novembro de 2011. Regula o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. 5o, no inciso II do § 3o do art. 37 e no § 2o do art. 216 da Constituição Federal; altera a Lei no 8.112, de 11 de dezembro de 1990; revoga a Lei no 11.111, de 5 de maio de 2005, e dispositivos da Lei no 8.159, de 8 de janeiro de 1991; e dá outras providências.

______. Ministerio do Planejamento, Orçamento e Gestão. Instrução Normativa nº 4 de 13 de Abril de 2012. Institui a Infraestrutura Nacional de Dados Abertos – INDA.

CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO (CGU). Plano de Ação do Governo Brasileiro Parceria para Governo Aberto (OGP). Brasília, CGU 2011. 20p. Disponível em: <http://www.cgu.gov.br/PrevencaodaCorrupcao/CompromissosInternacionais/Arquivos/ogp-brazil-actionplan.pdf>, Acesso em 05 ago. 2012.

DEMO, Pedro. Pesquisa e construção do conhecimento: metodologia científica no caminho de Habermas. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1994.

GARCIA, Rodrigo Moreira. Governo eletrônico, informação e competência em informação. Inf. & Soc.:Est., v. 16, n.2, João Pessoa, jul./dez. 2006 p.79-87

GOVERNO ELETRÔNICO. Conheça o Programa de Governo Eletrônico Brasileiro. Brasília, 2012. Disponível em: <http://www.governoeletronico.gov.br/o-gov.br>, Acesso em 02 ago. 2012.

JUND, Sergio. Administração, orçamento e contabilidade pública: teoria e 830 questões. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2006. 928p. (Provas e concursos), 2ª reimpressão.

RODRIGUES, Marta M. Assumpção. Políticas públicas. São Paulo: Publifolha, 2010. 94p. (Folha explica).

LÉVY, Pierre. A máquina universo: criação, cognição e cultura informática. Tradução: Bruno Charles Magne. Porto Alegre: ArtMed, 1998.

______. Cibercultura. Tradução: Carlos Irineu da Costa. São Paulo: Editora 34, 1999.

LINHARES NETO, Damásio Alves; BRITO, Eveline Martins. Incidência de atuação do Conselho de Transparência Pública e combate à corrupção no processo de accoutability federal. In: Revista da CGU, Ano VI, nº 9. Brasília: CGU, jun. 2011. 128p. (Coletânea de artigos)

MARCHAND, Donald A.; DAVENPORT, Thomas H.; DICKSON, Tim. Dominando a gestão da informação. Tradução: Carlo Gabriel Porto Bellini e Carlos Alberto Silveira Netto Soares. Porto Alegre: Bookman, 2004.

MCGEE, James V.; PRUSAK, Laurence. Gerenciamento estratégico da informação: aumente a competitividade e a eficiência de sua empresa utilizando a informação como ferramenta estratégica. Tradução: Astrid de Figueiredo. Rio de Janeiro: Campos, 1994.

OPEN GOVERNMENT PARTNERSHIP (OGP). Declaração de Governo Aberto. Set. 2011. Disponível em: <http://www.opengovpartnership.org/declara%C3%A7%C3%A3o-de-governo-aberto>, Acesso em: 10 ago. 2012.

TARAPANOFF, Kira. Informação, conhecimento e inteligência em corporações: relações e complementariedade. TARAPANOFF, Kira (org.). In: Inteligência, Informação e Conhecimento, Brasília: IBICT, UNESCO, 2006.

VAZ, José Carlos. Administração Pública e Governança Eletrônica: possibilidades e desafios para a Tecnologia da Informação. In: Governo eletrônico: desafios da participação cidadã. Fortaleza, Anais... Fortaleza: Fundação Konrad Adenauer, Série Debates, nº24, dez 2002.

Publicado
2013-03-21
Seção
Relatos de Pesquisa