O Nexo entre Segurança e Desenvolvimento no Brasil e na Dinamarca à Luz da Agenda 2030

Resumo

Este artigo busca analisar a relação entre segurança e desenvolvimento por meio da comparação entre Brasil e Dinamarca considerando os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS) da Agenda 2030. Para tanto, serão analisados o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), e oito indicadores sociais: desigualdade de renda, fome, saúde mental, suicídio, felicidade, educação, criminalidade e violência, através de dados estatísticos e bibliografia especializada nos temas. Concluiu-se que segurança e desenvolvimento estão intimamente ligados, que o sucesso na área da educação vai além do montante de investimento feito por um país, e que apesar da Dinamarca configurar um caso de sucesso, ambos os países enfrentam sérias dificuldades em relação à saúde mental da população jovem.

Biografia do Autor

Isabella Monteiro Valentim, Universidade de Brasília (UnB)
Estudante do oitavo período de Relações Internacionais na Universidade de Brasília. Participou de dois projetos de extensão universitária: Americas Model United Nations (AMUN), como diretora de Logística e Sustentabilidade da 21ª edição do evento; e AMUN Kids, como professora em escola da rede pública do Distrito Federal, trabalhando com o desenvolvimento de oficinas e atividades culturais para o público infantil. Foi monitora da disciplina de Teoria das Relações Internacionais I. Ademais, exerce estágio no Departamento de Negociações Internacionais (DEINT) do Ministério da Economia.
Publicado
2020-05-21
Seção
Artigos