Suporte Organizacional no Setor Público: a Percepção de Gestores de uma Secretaria Estadual

  • Carolinne Rodrigues de Souza Silva Universidade Federal de Pernambuco
  • José Ricardo Costa de Mendonça Universidade Federal de Pernambuco

Resumo

Embora o Suporte Organizacional seja reconhecido como um antecedente relevante de aspectos como comprometimento e motivação dos trabalhadores, ainda são poucos os estudos que investigam o construto no setor público, sobretudo considerando abordagens qualitativas. Buscando minimizar essas lacunas, este artigo se propôs a analisar como os gestores públicos percebem o suporte organizacional oferecido pela Secretaria de Planejamento e Gestão de Pernambuco (Seplag-PE). Foi realizado, assim, um estudo de caso que utilizou as seguintes técnicas de coleta de dados: entrevistas semiestruturadas, observação participante e análise documental. Os resultados, obtidos a partir da análise de conteúdo indicam que existe uma percepção negativa dos gestores da Seplag-PE quanto ao suporte oferecido pela instituição. Além disso, a pesquisa sugeriu a mudança da categoria Sobrecarga de Trabalho, utilizada por Tamayo e Tróccoli (2001), e identificou os fatores políticos como uma nova categoria de suporte organizacional, a qual contribui para uma percepção negativa do suporte oferecido pela instituição. De modo geral, o estudo contribuiu para aprofundar o entendimento do processo de formação das impressões dos servidores públicos quanto ao suporte organizacional.
Publicado
2019-07-28
Como Citar
Silva, C. R. de S., & Mendonça, J. R. C. de. (2019). Suporte Organizacional no Setor Público: a Percepção de Gestores de uma Secretaria Estadual. TPA - Teoria E Prática Em Administração, 9(2), 77-92. https://doi.org/10.21714/2238-104X2019v9i2-44090
Seção
Artigos de Pesquisa (Research Papers)