O SEI 4.1.1 e a avaliação de documentos

a avaliação que não avalia

Autores

  • Daniel Flores UFF
  • Ívina Flores Melo IBICT
  • Tania Gava UFES

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2318-6186.2023v11nEdição%20Especial.68925

Palavras-chave:

Modelo de Requisitos e-ARQ Brasil, SEI, Avaliação de documentos

Resumo

Este artigo tem por objetivo analisar a aderência ou não dos requisitos de classificação e avaliação do Modelo de Requisitos para Sistema Informatizados de Gestão Arquivística de Documentos - e-ARQ Brasil pelo Sistema de Eletrônico de Informações (SEI). Para a análise foram selecionados os requisitos funcionais sobre avaliação e classificação elencados na parte II do e-ARQ Brasil. A partir da seleção, que apresentou um total de 56 requisitos obrigatórios (O), 17 requisitos altamente desejáveis (AD) e 4 requisitos facultativos (F), buscou-se no SEI a implementação ou não do requisito em três categorias: atende, parcialmente e não atende. Como resultado, notou-se que dos requisitos totais, 30 são atendidos, 16 são atendidos parcialmente e 32 não são atendidos. Do rol de obrigatórios, 46,4% são atendidos. Dos altamente desejáveis, atende-se apenas 22,2% e o dos facultativos, não foi contemplado. Conclui-se que  SEI, em sua versão 4.1.1, ainda não está aderente, em sua maioria, de requisitos obrigatórios do Modelo padrão de gestão arquivística de documentos no contexto da legislação arquivística brasileira. Ressalta-se que precisamos de estudos cada vez mais aprofundados em relação à avaliação do nível de aderência e maturidade dos sistemas de gestão de documentos que vêm sendo utilizados na gestão pública, ou mesmo na gestão privada, de documentos arquivísticos no Brasil.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARQUIVO NACIONAL. Considerações do Arquivo Nacional, Órgão Central Do Sistema De Gestão De Documentos De Arquivo – SIGA, Da Administração Pública Federal Acerca Do Sistema Eletrônico De Informações – SEI. Disponível em: . Acesso em: 15 de dez. 2023. https://www.gov.br/arquivonacional/pt-br/servicos/gestao-de-documentos/orientacao-tecnica-1/gestao-de-documentos-em-sistemas-informatizados/sei_analise_an.pdf

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS. Modelo de Requisitos para Sistemas Informatizados de Gestão Arquivística de Documentos - e-ARQ Brasil. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2022.

GAVA, Tânia Barbosa Salles; FLORES, Daniel . O papel do Archivematica no RDC-Arq e possíveis cenários de uso. ÁGORA: Arquivologia Em Debate, v.31, n. 63, p1–26, 2021 Disponível em https://agora.emnuvens.com.br/ra/article/view/1018 Acesso em 04 dez 2023.

GAVA, Tânia Barbosa Salles; FLORES, Daniel . . Políticas de Preservação Digital: o caso do Brasil em relação à Colômbia e Austrália. Em Questão, Porto Alegre, v. 28, n. 3, p. 1-26, e-117999, 2022. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/117999. Acesso em: 4 dez. 2023.

MELO, Ívina Flores. As funções arquivísticas à luz do Princípio da Proveniência: um habitus em construção. 2021. 218 f., il. Tese (Doutorado em Ciência da Informação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2021.

MELO, Ívina F.; LUZ, C. dos S. A aderência de sistemas informatizados de gestão arquivística ao e-ARQ Brasil: verificação de requisitos mínimos e obrigatórios. Acervo, [S. l.], v. 35, n. 1, p. 1–15, 2021. Disponível em: https://revista.an.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1778. Acesso em: 1 dez. 2023.

SANTOS, H. M. dos; FLORES, D. Os fundamentos da diplomática contemporânea na preservação de documentos arquivísticos digitais. BIBLOS, [S. l.], v. 30, n. 2, p. 64–85, 2017. Disponível em: https://periodicos.furg.br/biblos/article/view/4825. Acesso em: 4 dez. 2023.

Downloads

Publicado

29-12-2023

Como Citar

FLORES, D.; MELO , Ívina F.; GAVA, T. . O SEI 4.1.1 e a avaliação de documentos: a avaliação que não avalia. Archeion Online, [S. l.], v. 11, n. Edição Especial, p. p.102–122, 2023. DOI: 10.22478/ufpb.2318-6186.2023v11nEdição Especial.68925. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/archeion/article/view/68925. Acesso em: 15 abr. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)