O sonho de Descartes e o despertar de Kant

  • José Antonio Zago Instituto de Ensino Superior de Itapira (IESI)
Palavras-chave: Descartes, Kant, conjecturas, epistemologia

Resumo

A partir de dados do terceiro sonho de Descartes escrito num caderno de notas  (Olympica) e do entendimento do despertar do sono dogmático de Kant conforme aponta nos Prolegômenos a qualquer metafísica futura, o autor faz conjecturas sobre os dois filósofos num campo não interferente de reflexão.

Biografia do Autor

José Antonio Zago, Instituto de Ensino Superior de Itapira (IESI)
Professor de Psicologia e Filosofia do Centro de Estudos Superiores de Campinas, lecionando no Instituto de Ensino Superior de Itapira (IESI)

Referências

BACON, Francis. Novum organum ou verdadeiras indicações acerca da interpretação da natureza. São Paulo: Nova Cultural, 1999, p. 23-218. (Col. Os Pensadores).

BUFF, Luci. Sonhos sobre meditações de Descartes. São Paulo: Annablume, 2001.

DESCARTES, René. Discurso do método para bem conduzir a própria razão e procurar a verdade nas ciências. In: DESCARTES, René. Discurso do método, meditações, objeções e respostas, paixões da alma. São Paulo: Abril Cultural, 1973a, pp. 33-79. (Col. Os Pensadores, XV).

DESCARTES, René. Meditações concernentes à primeira filosofia nas quais a existência de Deus e a distinção do real entre alma e o corpo do homem são demonstradas. In: DESCARTES, René. Discurso do método, meditações, objeções e respostas, paixões da alma. São Paulo: Abril Cultural, 1973b, pp. 81-150. (Col. Os Pensadores, XV).

FREUD, Sigmund. Carta a Maxim Leroy sobre um sueño de Descartes (1929). In: FREUD, S. Obras completas. Madrid: Biblioteca Nueva, 1973, Tomo III, p. 3095-3095.

KANT, Immanuel. Crítica da razão pura. São Paulo: Nova Cultural, 1999. (Col. Os Pensadores).

KANT, Immanuel. Prolegômenos a qualquer metafísica futura que possa apresentar-se como ciência. São Paulo: Estação Liberdade, 2014.

LORENZ, Konrad. Vivir es aprender: Franz Kreuzer dialoga com Konrad Lorenz. Barcelona: Gedisa, 1988.

PADOVANI, Umberto; CASTAGNOLA, Luis. História da filosofia. 10. ed. São Paulo: Melhoramentos, 1974.

POPPER, Karl. O que é dialética? In: POPPER, Karl. O racionalismo crítico na política. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1981.

RAEPER, William; SMITH, Linda. Introdução ao estudo das ideias. 2. ed. São Paulo: Loyola, 2001.

SPINELLI, Miguel. O projeto da grande instauração de Francis Bacon e por que Kant lhe dedicou a Crítica. Veritas, Porto Alegre, v. 55, n. 2, maio/ago, p. 88-107, 2010.

ZAGO, José. O porquê de a crítica da razão pura conduzir, necessariamente, à ciência, com base nas seções de IV a VI da introdução da Crítica da razão pura de Kant. Paradigmas: Filosofia, Realidade & Arte, Santos, Ano XV, nº 41, p. 21-24, 2014.

Publicado
2016-04-21
Como Citar
Zago, J. A. (2016). O sonho de Descartes e o despertar de Kant. Aufklärung: Revista De Filosofia, 3(1), p.145-154. https://doi.org/10.18012/arf.2016.28391