O cristianismo e suas formas de veridicção: ressonâncias foucaultianas

  • Rodrigo Diaz de Vivar Soler Universidade do Vale do Rio dos Sinos / Fundação Universidade Regional de Blumenau, FURB
  • Rafael Araldi Vaz Centro Universitário Facvest, UNIFACVEST
  • Miguel Alois Pitz Fundação Universidade Regional de Blumenau, FURB
Palavras-chave: Michel Foucault, cristianismo, formas de veridicção

Resumo

A introdução do cristianismo enquanto objeto de análise na obra de Michel Foucault marca um novo momento em sua trajetória intelectual, onde o autor se compromete ao projeto de uma genealogia da ética e dos processos de subjetivação no ocidente. O objetivo deste artigo consiste em apontar a importância do cristianismo nas formulações que Foucault fez a partir da segunda metade da década de 1970, especialmente no que se refere aos seus estudos sobre ética, subjetividade e verdade. Para isso, foi analisada o desenvolvimento do tema nas obras do intelectual, em especial os cursos ministrados no College de France. Outro ponto central a discussão foram os conceitos de exolomogese e exagoreusis, formas de penitência presentes no cristianismo que apontam para um deslocamento do funcionamento dos regimes de verdade no ocidente. O deslocamento do pagamento da penitência como um ato público performático para o de uma confissão pela palavra pode ser rastreado como um ponto de ligação entre as práticas cristãs e a subjetividade moderna, no que diz respeito a produção de formas de interpretação e relação consigo mesmo a partir de dispositivos confessionais. Por fim, buscamos, a partir do pensamento foucaultiano, realizar um paralelo entre o dispositivo penitencial cristão da exagoreusis e diferentes dispositivos de saber-poder da modernidade (como o direito, a psiquiatria e a psicologia), que utilizam da alegoria confessional enquanto prática disciplinar e de produção de subjetividade e verdade.

Biografia do Autor

Rodrigo Diaz de Vivar Soler, Universidade do Vale do Rio dos Sinos / Fundação Universidade Regional de Blumenau, FURB

Bacharel em Psicologia pela UNESC

Mestre em Psicologia pela UFSC

Doutor em Filosofia pela UNISINOS

Professor Colaborador do Mestrado em Educação da FURB 

Rafael Araldi Vaz, Centro Universitário Facvest, UNIFACVEST

Doutorado em História pela Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC. Professor do Departamento de História do Centro Universitário Facvest, UNIFACVEST.

Miguel Alois Pitz , Fundação Universidade Regional de Blumenau, FURB

Fundação Universidade Regional de Blumenau, FURB. E-mail: alois.miguel@gmail.com

Referências

AGAMBEN, Giorgio. Altíssima Pobreza: regras monásticas e formas de vida. São Paulo: Boitempo, 2014.

CANDIOTTO, Cesar. Foucault: uma história crítica da verdade. Trans/Form/Ação. 29 (2), 65-78, 2006 . Disponível: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-31732006000200006&lng=en&nrm=iso>. Acesso: 30/01/2020.

CANDIOTTO, Cesar. A Prática da Direção de Consciência em Foucault: da vida filosófica à vida monástica cristã. In: CANDIOTTO, Cesar. SOUZA, Pedro. Foucault e o Cristianismo. (pp. 93-110). Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

CHAVES, Ernani Pinheiro. Do “Sujeito de Desejo” ao “Sujeito do Desejo”: Foucault leitor de Santo Agostinho. Aurora. 31 (52), 257-277, 2019. Disponível: <https://periodicos.pucpr.br/index.php/aurora/article/view/24812/23344>. Acesso: 01/02/2020.

CHEVALIER, Philippe. O Cristianismo Como Confissão em Michel Foucault. In: CANDIOTTO, Cesar. SOUZA, Pedro. Foucault e o Cristianismo. (pp. 45-56). Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

COLOMBO, Agustin. Hermenéutica de sí y fin de la exomologesis: Michel Foucault y la exclusíon de la materialidad de la verdicción en el cristianismo. Aurora. 27 (41), 595-614, 2015.

DREYFUS, Hubert. RABINOW, Paul. Michel Foucault: uma trajetória filosófica para além do estruturalismo e da hermenêutica. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1995.

FOUCAULT, Michel. História da Sexualidade I: a vontade de saber. Rio de Janeiro: Graal, 1977.

FOUCAULT, Michel. Segurança, Território, População. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

FOUCAULT, Michel. Governo de Si e dos Outros. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

FOUCAULT, Michel. Omnes et Singulatim: uma crítica da razão política. In: FOUCAULT, Michel. Ditos e Escritos IV: estratégia, poder-saber. (pp. 348-378). Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

FOUCAULT, Michel. A Verdade e as Formas Jurídicas. Rio de Janeiro: NAU, 2011.

FOUCAULT, Michel. A Hermenêutica do Sujeito. São Paulo: Martins Fontes, 2013.

FOUCAULT, Michel. Sexualidade e Poder. In: FOUCAULT, Michel. Ditos e Escritos V: ética, sexualidade, política. (pp. 55-75). Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2014a.

FOUCAULT, Michel. Obrar Mal, Decir la Verdad: la funcíon de la confesíon en la justicia. Buenos Aires: Siglo Veitiuno, 2014b.

FOUCAULT, Michel. Aulas Sobre a Vontade de Saber. São Paulo: Martins Fontes, 2014c.

FOUCAULT, Michel. Do Governo dos Vivos. São Paulo: Martins Fontes, 2016.

FOUCAULT, Michel. Subjetividade e Verdade. São Paulo: Martins Fontes, 2018.

FOUCAULT, Michel. Histoire de La Sexualité IV: les aveux de la chair. Paris: Gallimard, 2019.

JÉRÔME, Lamy. Dire-vrai, aveu et discipline: Michel Foucault et les techniques de vérité. Revue Philosophique de la France et de l’étranger. 143 (2), 201 – 218. Disponível: https://www.cairn.info/revue-philosophique-2018-2-page-201.htm#. Acesso: 01/02/2019.

LEME, José Luis Câmara. A Desrazão, a Confissão e Profundidade do Homem Europeu. A Prática da Direção de Consciência em Foucault: da vida filosófica à vida monástica cristã. In: CANDIOTTO, Cesar. SOUZA, Pedro. Foucault e o Cristianismo. (pp. 45-56). Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

MUCHAIL, Salma Tannus. FONSECA, Márcio Alves da. Parresia e confissão: uma genealogia do sujeito moderno. Aurora. 31 (52), 191 – 208, 2019. Disponível: https://periodicos.pucpr.br/index.php/aurora/article/view/24803/23352. Acesso: 01/02/2020.

PORTOCARRERO, Vera. Subjetivação e Veridição no Cristianismo e na Antiguidade Greco-romana. Aurora. 31 (52), 209 – 223, 2019. Disponível: https://periodicos.pucpr.br/index.php/aurora/article/view/24811/23361. Acesso: 01/02/2020.

Publicado
2020-10-17
Como Citar
Soler, R. D. de V., Vaz, R. A., & Pitz , M. A. (2020). O cristianismo e suas formas de veridicção: ressonâncias foucaultianas. Aufklärung: Revista De Filosofia, 7(2), p.117-128. https://doi.org/10.18012/arf.v7i2.50730