Pedagogias culturais, corpos heterotópicos e possibilidades não-normativas: a formação docente em experiências com um jogo de RPG

Palavras-chave: Identidades, RPG, Formação Docente

Resumo

A pesquisa reflete sobre os regimes discursivos que engendram e se materializam em torno da construção de identidades e subjetividades não-normativas que rompem a coerência corpo-sexo-gênero-sexualidade. Analisa como futuras/os educadoras/es acionam percepções e significados acerca das questões de gênero e sexualidade nos atos performativos vivenciados na experiência com o jogo de RPG (Role Playing-game), no que se referem às transidentidades e suas subjetividades. Para esse fim, utilizou-se a pesquisa-ação-participativa, desenvolvida com 30 estudantes de Pedagogia pertencentes a duas Instituições de Ensino Superior do Paraná. A proposta possibilitou constatar a necessidade de formação dos/as docentes para a sensibilidade aos temas, no sentido de prepará-los/as para atuarem com consciência nos diferentes espaços educativos, sendo sensíveis aos danos sociais, culturais e psíquicos causados pela manutenção de modos de exclusão criadores de zonas de apagamento.

Biografia do Autor

Cássia Cristina Furlan, Universidade Federal da Grande Dourados

Possui graduação em Educação Física pela Universidade Estadual de Maringá (2009) e Pedagogia pela Faculdade Instituto Superior de Educação do Paraná (2016). Especialista em Educação Profissional integrada à Educação Básica na Modalidade de Jovens e Adultos - PROEJA pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná - CP (2011). Mestrado em Educação (2013) e Doutorado em Educação (2017) pela Universidade Estadual de Maringá. Atualmente é Professora Adjunta na Universidade Federal de Grande Dourados - UFGD (Graduação em Educação Física - Faculdade de Educação). Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Física e Cultura(s) - EDUCA. Possui experiências na área da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: corpo, gênero, sexualidade e suas interseccionalidades; infância, culturas infantis, jogos e brincadeiras; prática pedagógica e formação docente.

Publicado
2020-12-22
Como Citar
FURLAN, C. C. Pedagogias culturais, corpos heterotópicos e possibilidades não-normativas: a formação docente em experiências com um jogo de RPG. Revista Ártemis - Estudos de Gênero, Feminismos e Sexualidades, v. 30, n. 1, p. 303-330, 22 dez. 2020.