Influência da aplicação de urina de vaca em pimentão (Capsicum annuum L.) em função de adubos orgânicos

  • Mario Leno Martins Véras Universidade Federal da Paraíba/Mestrando em Agronomia
  • José Sebastião de Melo Filho Universidade Federal de Campina Grande/Mestre em Sistemas Agroindustriais
  • Lunara de Sousa Alves
  • Toni Halan da Silva Irineu Universidade Federal da Paraíba/Mestrando em Agronomia
  • Gilmar Gomes da Silva Universidade Estadual da Paraíba/Graduando em Ciências Agrárias
  • Raimundo Andrade Universidade Estadual da Paraíba/Professor Doutor

Resumo

O pimentão é uma hortaliça-fruto consumida mundialmente, no entanto, no cultivo desta hortaliça há carência nos estudos sobre qual o fertilizante mais adequado e o adubo mais rico em nutrientes. Neste contexto, objetivou-se com este trabalho avaliar a influência da aplicação de urina de vaca em pimentão (Capsicum annuum L.) em função de adubos orgânicos. A pesquisa foi realizada na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Nossa Senhora da Conceição no município de Belém de Brejo do Cruz – PB. O delineamento experimental adotado foi inteiramente casualizado (DIC) com quatro repetições, no arranjo fatorial 5 x 2, totalizando 40 plantas. Estudou-se 5 doses de urina de vaca: (D1 = 0, D2 = 25, D3 = 50, D4 = 75 e D5 = 100 ml) na combinação de adubos: (A1 = pó de madeira + esterco bovino + areia lavada e A2 = esterco bovino + areia lavada. Observa-se resposta significativa do pimentão em todas as variáveis analisadas quando submetido aos tratamentos com urina de vaca (p<0,01). Para os adubos também foi observado efeito para todas as variáveis a nível de (p<0,01). Não houve efeitos significativos para interação entre os fatores. A aplicação de urina de vaca proporciona bons resultados no crescimento e peso verde de plantas de pimentão. As plantas de pimentão adubadas com esterco bovino + areia lavada (proporção 2:1) apresentam melhores resultados.
Publicado
2015-10-24
Seção
Artigo Científico