Eficiência do uso da água pelo meloeiro sob diferentes lâminas e freqüências de irrigação

  • MANOEL VALNIR JÚNIOR
  • FREDERICO ANTÔNIO LOUREIRO SOARES
  • CLAYTON MOURA CARVALHO
  • SÍLVIO CARLOS RIBEIRO VIEIRA LIMA
  • RAIMUNDO RODRIGUES GOMES FILHO

Resumo

O meloeiro é uma das culturas que mais responde ao avanço tecnológico, sendo que os estudos que definem os níveis de água e época de aplicação desta adequadas à cultura do meloeiro, são fundamentais, podendo melhorar consideravelmente o seu rendimento. Assim sendo este estudo foi realizado no período de setembro a novembro de 2004 no Perímetro Irrigado do Baixo Acaraú com o propósito de avaliar a eficiência do uso da água sob os fatores lâmina e freqüência de irrigação na produção total, comercial e mercadológica do meloeiro. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado com vinte tratamentos e três blocos em esquema fatorial 4 x 3. Os tratamentos eram resultantes da combinação de cinco lâminas de irrigação L1=60%, L2=80%, L3=100%, L4=120% e L5=140% da evapotranspiração da cultura para sistemas localizados - ETcL e de quatro freqüências de aplicação da água (F1 = 3 vezes ao dia, F2 = 2 vezes ao dia, F3 = uma única vez ao dia e F4 = uma única vez em dias alternados). Dos resultados conclui-se que: a eficiência do uso da água na produtividade dos frutos destinados aos mercados interno e externo mostrou-se satisfatória, haja vista, que aumentos no volume d’água aplicado promoveu decréscimos na produtividade de frutos para exportação, e elevou à produtividade dos frutos comercializados internamente.
Publicado
2010-07-10
Seção
Artigo Científico