Adolescentes e jovens nos mercados do sexo na tríplice fronteira Brasil, Peru, Colômbia: três experiências, um tour de force e algumas reflexões

Autores

  • José Miguel Nieto Olivar

Palavras-chave:

Mercados do sexo, Amazônia, Adolescentes, Exploração sexual, Minoridade

Resumo

Esse artigo oferece uma reflexão inacabada sobre algumas questões ainda pouco discutidas na bibliografia socioantropológica brasileira sobre prostituição/“mercados do sexo”; especificamente, sobre o conteúdo da participação de adolescentes e jovens (incluindo menores de 18 anos) nestes mercados, bem como sobre as formas destes mercados em uma região de fronteira internacional amazônica. Apresento três “formas” nas quais jovens locais se descreveram a si mesmos como participantes no “babado” ou na “prostituição” local na cidade transfronteiriça de Tabatinga/Leticia/Santa Rosa, especialmente a partir da sua parte brasileira (Tabatinga). Por fim, argumento que nem a perspectiva da “exploração sexual” nem os recursos mais recorrentes nas nossas pesquisas sobre prostituição (e sobre sexualidades adolescentes) parecem dar conta suficiente das experiências dessas garotas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-01-03

Como Citar

OLIVAR, J. M. N. Adolescentes e jovens nos mercados do sexo na tríplice fronteira Brasil, Peru, Colômbia: três experiências, um tour de force e algumas reflexões. Revista Ártemis, [S. l.], v. 18, n. 1, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/artemis/article/view/22536. Acesso em: 17 jul. 2024.

Edição

Seção

Pesquisando prostituição e mercados do sexo: contribuições, debates