Da vida doméstica ao trabalho formal: Uma análise do processo de inserção de donas de casa no mercado de trabalho

Autores

  • Hosana Suelen Justino Rodrigues
  • Jesus Izquierdo

Palavras-chave:

Processos de mudança social, Mulheres, Trabalho feminino, Empoderamento

Resumo

Amparados pelos resultados do processo de pesquisa empírica em Ciências Sociais, analisaremos as possíveis mudanças na vida de um grupo de mulheres após a sua entrada no mercado de trabalho. Discutiremos a temática a partir das imbricações entre gênero, trabalho e dominação masculina. Constatamos que existe uma estreita relação entre o trabalho remunerado e a independência feminina, a qual contribui para que a mulher se posicione frente às formas de dominação masculina em seu núcleo familiar. Destacamos a entrada da mulher no mercado de trabalho, como ponto de partida de um processo social que conduz a uma reorganização das estruturas de poder, dominação e resistência tanto masculinas, quanto femininas. As mulheres que se mantêm no mercado de trabalho se percebem e passam a ser vistas pelos outros com olhares mais valorativos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-01-03

Como Citar

RODRIGUES, H. S. J.; IZQUIERDO, J. Da vida doméstica ao trabalho formal: Uma análise do processo de inserção de donas de casa no mercado de trabalho. Revista Ártemis, [S. l.], v. 18, n. 1, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/artemis/article/view/22548. Acesso em: 25 fev. 2024.