A Honra Como Reafirmação da Identidade Masculina no Conto “A Hora e Vez de Augusto Matraga”, de João Guimarães Rosa

Autores

  • Abilio Mendes de Almeida
  • Adriana Maria de Abreu Barbosa

Palavras-chave:

Identidade de Gênero, Honra, Masculinidade, Patriarcalismo

Resumo

Este artigo objetiva estudar o papel da honra na reafirmação da identidade masculina, no conto A hora e vez de Augusto Matraga, do escritor João Guimarães Rosa (1994). Para isso, investigaremos as implicações de gênero que envolvem os tipos sertanejos trabalhados pelo autor supracitado, passando por conceitos fundamentais como: identidade, jagunço, patriarcalismo e masculinidade. Logo, espera-se refletir sobre os comportamentos violentos assumidos pelo homem do sertão, na tentativa de tornar inquestionável a sua identidade de macho. Desta forma, esperamos, a partir de um texto literário consagrado pela crítica, contribuir significativamente para os debates acerca das relações de gênero, utilizando a honra como o fio condutor da discussão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-01-03

Como Citar

ALMEIDA, A. M. de; BARBOSA, A. M. de A. A Honra Como Reafirmação da Identidade Masculina no Conto “A Hora e Vez de Augusto Matraga”, de João Guimarães Rosa. Revista Ártemis, [S. l.], v. 18, n. 1, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/artemis/article/view/22549. Acesso em: 12 jul. 2024.