Ensaio sobre estrutura e identificação: a condição da categoria gênero na psicanálise

Autores

  • Alex Barreiro

Resumo

Este ensaio está organizado em três partes. Primeiramente é retomado o histórico das produções feministas que contribuíram para a desconstrução da naturalização dos gêneros a partir da sua relação com o sexo anatômico. Em seguida, busca-se algumas aparições da categoria gênero nos textos de psicanálise de Sigmund Freud, e o embate estabelecido pelas feministas com relação aos conceitos desenvolvidos pelo autor, em especial, sobre os complexos de Édipo e Castração. Por último, a partir da leitura do nono seminário (A Identificação) do estruturalista Jacques Lacan, analisa-se o lugar ocupado pelos sujeitos trans que vivem experiências fora das margens binárias das performances e dos papéis de gêneros construídos sócio culturalmente. Para isto, as identidades de gênero serão analisadas a partir da identificação com o significante vazio lacaniano, possibilitando aos leitores entender o Queer como experiência fora da estrutura de identificação e ao mesmo tempo dentro, na condição de um outro significante.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-10-16

Como Citar

BARREIRO, A. Ensaio sobre estrutura e identificação: a condição da categoria gênero na psicanálise. Revista Ártemis, [S. l.], v. 19, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/artemis/article/view/26210. Acesso em: 19 jul. 2024.