A questão da dominação masculina na constituição do sujeito moderno

Autores

  • Lauro R. Lostada

Resumo

Desde os gregos encontramos diversas explicações sobre as questões de gênero e sexualidade, mas não aceitamos mais como fatalidade o que somos e o que pensamos, pois entendemos que, frutos de uma época pós-moderna, temos plenas condições para nos constituir como sujeitos críticos, capazes de vislumbrar toda a estrutura vigente – estrutura essa fruto de uma cuidadosa arquitetura planejada e executada por instituições que sempre privilegiaram os interesses de apenas algumas classes e, portanto, também de sua visão de mundo. Este artigo se apresenta, pois, como uma possibilidade de reflexão das relações de gênero historicamente constituídas em nossa sociedade. Partimos das pesquisas do francês Pierre Bourdieu para realizar uma espécie de genealogia das relações instituídas em nossa sociedade e concluímos, com tais análises, que a dominação masculina é o retrato de uma sociedade pouco madura, cuja mudança seria alcançada pela promoção de uma educação emancipatória.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-10-16

Como Citar

LOSTADA, L. R. A questão da dominação masculina na constituição do sujeito moderno. Revista Ártemis, [S. l.], v. 19, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/artemis/article/view/26211. Acesso em: 19 jul. 2024.