Língua para todes: um olhar formal sobre a expressão do gênero gramatical no Português e a demanda pela língua(gem) inclusiva

Autores

  • Ana Lucia Pessotto dos Santos Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1807-8214.2019v28n1.41827

Palavras-chave:

Gênero gramatical, Português, Língua inclusiva, Linguística formal

Resumo

No intuito de contribuir para a discussão sobre uma linguagem inclusiva e chamar a atenção para um tema pouco investigado no Português, o objetivo deste artigo é, a partir de uma perspectiva de análise linguística voltada ao estudo estrutura da língua, analisar a plausibilidade de estratégias já utilizadas para a neutralização de gênero gramatical, tais como o uso de ‘@’, ‘-x’ e ‘-e’. Veremos que nenhuma dessas estratégias é plenamente satisfatória para a estrutura da língua, de acordo com o conhecimento empírico e bases teóricas disponíveis. Vale, no entanto, insistir no debate, uma vez que há uma defasagem na investigação linguística sobre gênero gramatical no Português se comparada a pesquisas realizadas em outras línguas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-12-17

Como Citar

DOS SANTOS, A. L. P. Língua para todes: um olhar formal sobre a expressão do gênero gramatical no Português e a demanda pela língua(gem) inclusiva. Revista Ártemis - Estudos de Gênero, Feminismos e Sexualidades, [S. l.], v. 28, n. 1, p. 160–178, 2019. DOI: 10.22478/ufpb.1807-8214.2019v28n1.41827. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/artemis/article/view/41827. Acesso em: 29 jul. 2021.