Análise microbiológica de fungos anemófilos em ambientes internos climatizados

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-1268.2021v15n3.57991

Resumo

A qualidade do ar afeta diretamente a saúde da população em geral. Levando em consideração a permanência de indivíduos por longos períodos em ambientes fechados, o monitoramento da qualidade do ar destes ambientes é de extrema relevância. Com isso, o presente estudo teve como objetivo analisar a população e a diversidade de fungos anemófilos em um ambiente climatizado pertencente a uma agência bancária pública, no município de João Pessoa, Paraíba, Brasil. Foram avaliados quantitativamente e qualitativamente, fungos anemófilos em diferentes setores climatizados do referido estabelecimento bancário. A amostragem foi realizada utilizando o método ativo por Impactação de Ar, utilizando na amostragem um Impactador Bioaerossol de estágio 1. A identificação dos fungos anemófilos nas amostras de ar foi realizada pela técnica de microcultivo em lâmina, e avaliação das estruturas macroscópicas e microscópicas. Os resultados indicaram altas taxas de detecção de fungos anemófilos em 16 dos 19 ambientes avaliados. Ainda, foi possível observar alta porcentagem média de Aspergillus sp. (41%) e Penicillium sp. (15%) nos diferentes setores analisados. Os dados obtidos no estudo demonstram a importância da periódica avaliação da qualidade de ambientes internos, assim como a necessidade da regular sanitização de ambientes e aparelhos de ar condicionado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-11-11

Como Citar

SOARES DO NASCIMENTO, J.; MARTINS VOLCÃO, L.; BERNARDI, E.; ZENAIDE-NETO, H. .; PIETTA PEREZ, V. .; BLOHEM PESSOA, W. F. . Análise microbiológica de fungos anemófilos em ambientes internos climatizados. Gaia Scientia, [S. l.], v. 15, n. 3, 2021. DOI: 10.22478/ufpb.1981-1268.2021v15n3.57991. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/gaia/article/view/57991. Acesso em: 27 jan. 2022.

Edição

Seção

Ciências Ambientais