A dominação masculina em questão: emancipação das mulheres e pensamento feminista

  • Marcus Reis Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará/UNIFESSPA
  • Camila Cargnelutti Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) - Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGLetras)

Resumo

Neste artigo, partindo das reflexões de autoras como Firestone, Beauvoir, Butler, Scott e Preciado, apresentamos algumas de suas principais contribuições para a discussão da dominação masculina. Pretendemos investigar como algumas teóricas feministas, a partir da segunda metade do século XX, problematizaram a dominação masculina e, ao mesmo tempo, construíram teorias para alcançar a emancipação feminina e a revolução feminista. Ao longo do estudo, observamos como as estruturas de poder assumem diversas formas de atuação na tentativa de normatizar os corpos e comportamentos das mulheres. Da mesma forma, as alternativas apresentadas pelas autoras aqui destacadas ressaltam a necessidade de uma diversidade de abordagens para o questionamento e a transformação dessas estruturas.

Biografia do Autor

Marcus Reis, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará/UNIFESSPA
Doutor em História pelo Programa de Pós-Graduação em História pela Universidade Federal de Minas Gerais. Possui Mestrado pelo Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ/FFP). Possui Graduação (Licenciatura e Bacharelado) em História pela Universidade Federal de Viçosa (2011). Pertenceu ao Conselho Editorial da Revista Temporalidades, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em História da UFMG. Também foi bolsista do Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior, através da Universidade de Lisboa. Por fim, atua como pesquisador nas seguintes áreas temáticas: Tribunal do Santo Ofício português na Época Moderna; Práticas mágico-religiosas no mundo português da Época Moderna; Gênero e religiosidade; História e Patrimônio.
Camila Cargnelutti, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) - Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGLetras)
Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Letras - Estudos Literários da UFSM. Mestrado no mesmo Programa. Graduação em Comunicação Social - Jornalismo pela UFSM. Atualmente, é revisora linguística instrucional no Núcleo de Tecnologia Educacional da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e da Universidade Aberta do Brasil (UAB). Também é integrante do projeto de pesquisa "Trânsitos teóricos e deslocamentos epistêmicos: feminismo(s), estudos de gênero e teoria queer", sob coordenação do Prof. Dr. Anselmo Peres Alós. Atuou como tutora EaD no curso de Espanhol da rede e-Tec Idiomas sem Fronteiras (CTISM/UFSM). Trabalhou como repórter na Revista Arco, projeto de jornalismo científico e cultural da UFSM. Foi bolsista da Agência de Notícias da UFSM e professora da Oficina de Rádio Escolar do Programa Mais Educação na Escola Estadual de Educação Básica Irmão José Otão (Santa Maria). No período de março a agosto de 2012, participou do programa de intercâmbio acadêmico na Universidad Nacional de Córdoba (Argentina), através da Asociación de Universidades Grupo Montevideo - AUGM. Tem desenvolvido pesquisas na área de Estudos Literários, com ênfase em Literatura brasileira e latino-americana contemporânea, Literatura de autoria feminina, Crítica literária feminista e Estudos de gênero.
Publicado
2020-07-17
Como Citar
REIS, M.; CARGNELUTTI, C. A dominação masculina em questão: emancipação das mulheres e pensamento feminista. Revista Ártemis - Estudos de Gênero, Feminismos e Sexualidades, v. 29, n. 1, p. 260-278, 17 jul. 2020.