Sobre tradução e ativismo intelectual

  • Patricia Hill Collins

Resumo

Esta é uma tradução do prefácio escrito por Patricia Hill Collins para a obra Feminist Translation Studies: Local and Transnational Perspectives (2017). A partir de vivências pessoais e de sua trajetória acadêmica e intelectual, Collins expõe sua perspectiva sobre as relações entre tradução e feminismo. Desse modo sua argumentação é dividida em dois momentos: no primeiro, a pessoa da tradutora como uma mediadora entre línguas, pensamentos, culturas e pessoas é focalizada; e, no segundo, o foco recai sobre como a interpretação do pensamento de uma dada comunidade de mulheres pode ser entendida igualmente como um ato de tradução. Para a autora, a tradução dentro desses dois pontos de vista é uma prática ativista e uma ação de confiança naquela que traduz.
Publicado
2019-07-11
Seção
Dossiê: Tradução e Feminismos negros