Em destaque: a visibilidade feminina na campanha “Highlight the Remarkable”

  • Fernanda Peirot Bilhar Universidade Feevale
  • Mauricio Barth Universidade Feevale
  • Débora Wissman Universidade Feevale
  • Gustavo Roese Sanfelice Universidade Feevale

Resumo

Pensando em mulheres que foram imprescindíveis em vários momentos da história e não tiveram seu devido reconhecimento, a Stabilo lançou a campanha “Highlight the Remarkable”, onde destaca, em fotos antigas e com marca-texto, algumas mulheres, citando seus feitos que acabaram sendo evidenciados à outras pessoas ou omitidos na mídia. Então, o objetivo do artigo é analisar, do ponto de vista da linguagem publicitária, a campanha mencionada. Foram analisadas as mensagens literais, associadas e declaradas, utilizando-se de conceitos propostos por Barthes (2005). Em seu arcabouço teórico, a pesquisa teve diversos autores, como Kotler & Keller (2013), Kotler et al (2010), Guillermo (2012), Bedendo (2015), Miguel & Biroli (2014), Heywood (2010) e Tiburi (2018). Por fim, constata-se a importância de se debater sobre o feminismo e o papel da mulher, além de como as marcas podem contribuir na busca pelo espaço das mulheres na sociedade.

Biografia do Autor

Fernanda Peirot Bilhar, Universidade Feevale
Graduada em Publicidade e Propaganda.
Mauricio Barth, Universidade Feevale
Doutorando em Diversidade Cultural e Inclusão Social. Professor na Universidade Feevale
Débora Wissman, Universidade Feevale
Graduada em Publicidade e Propaganda e mestranda em Indústria Criativa na Universidade Feevale. Editora de materiais pedagógicos para ambientes virtuais de aprendizagem na mesma instituição.
Gustavo Roese Sanfelice, Universidade Feevale
Doutor em Comunicação. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Diversidade Cultural e Inclusão Social da Universidade Feevale.
Publicado
2020-07-17
Como Citar
BILHAR, F. P.; BARTH, M.; WISSMAN, D.; SANFELICE, G. R. Em destaque: a visibilidade feminina na campanha “Highlight the Remarkable”. Revista Ártemis - Estudos de Gênero, Feminismos e Sexualidades, v. 29, n. 1, p. 338-362, 17 jul. 2020.