Percepção dos tutores sobre alimentação oferecida para animais de companhia no brejo paraibano

Palavras-chave: Cães, Gatos, Qualidade, Questionários, Ração industrializada

Resumo

O trabalho teve como objetivo principal descrever o perfil dos tutores oriundos do brejo paraibano no que diz respeito à alimentação de seus animais de companhia (cães e gatos). Foram aplicados a tutores do brejo paraibano, nas cidades de Alagoa Grande, Areia, Pilões, Guarabira e Serraria, 500 questionários semiestruturados, subdivididos em 100 questionários por cidade. O questionário trazia a identificação do animal e questões sobre alimentação animal. A aplicação foi ao acaso, abordando pessoas que transitavam nas zonas urbanas das cidades, que tinham animais domiciliados e que concordavam em colaborar com a pesquisa. Houve diferença significativa no número de cães e gatos alimentados com ração industrializada, onde cães comiam mais ração industrializada (p = 0,023). A frequência com que os gatos (p ≤ 0,001) são alimentados se mostrou maior que os cães. Tutores de cães mostraram-se mais propensos a adquirir alimento com preço mais baixo (p = 0,018), também mostraram um maior conhecimento quanto à relação da alimentação e a saúde dos animais (p = 0,009) e à possibilidade de tratamento e cura de doenças por meio da alimentação (p = 0,028). Os tutores de cães aparentam estar melhores informados quanto à qualidade e características dos alimentos para seus animais, porém, na prática, tutores de ambas as espécies não possuíam níveis econômicos suficiente para investirem em alimentos de melhor qualidade.

Publicado
2020-08-06
Como Citar
Ribeiro, R. do N., Silva, D. C. B. C. da, Carvalho, L. R. R. A., Pereira, H. C. da S., Veríssimo, T. N. S., & Guerra, R. R. (2020). Percepção dos tutores sobre alimentação oferecida para animais de companhia no brejo paraibano. Agropecuária Técnica, 41(1-2), 25-35. https://doi.org/10.25066/agrotec.v41i1-2.50373
Seção
Medicina Veterinária