Intertextualidade e interdiscurso em quatro publicidades de O Boticário

  • Juliana de Fátima Ananias de Jesus
  • Wesley Luis Carvalhaes Universidade Estadual de Goiás
Palavras-chave: Análise do discurso. Interação Verbal. Intertextualidade. Interdiscurso. Publicidade.

Resumo

Esta pesquisa, à luz das contribuições teóricas dos estudos do texto e do discurso, propõe uma abordagem das relações intertextuais e interdiscursivas presentes em peças publicitárias impressas da empresa de cosméticos “O Boticário”. O estudo utiliza a metodologia documental de caráter qualitativa e toma como corpus de análise quatro publicidades de “O Boticário”, publicadas em 2005, criadas em estreita relação com contos de fadas conhecidos: Branca de Neve, Cinderela, Chapeuzinho Vermelho e Rapunzel. O estudo ressalta a ampla importância das reflexões de Bakhtin e Volochínov (2006) na compreensão das relações dialógicas presentes em todo e qualquer texto. Como principais conclusões, a pesquisa confirma o postulado teórico de que todo processo de significação é social. Desse modo, o signo (tanto a palavra quanto a imagem) está sempre em processo de (re)significação, como se pode perceber no mapeamento das relações intertextuais e interdiscursivas nas publicidades do “O Boticário” selecionadas para análise.

Biografia do Autor

Juliana de Fátima Ananias de Jesus
Especialista em Língua Portuguesa: Texto, Discurso e Ensino pela Universidade Estadual de Goiás.
Wesley Luis Carvalhaes, Universidade Estadual de Goiás
Professor na Universidade Estadual de Goiás/Câmpus Inhumas, é membro da Rede Goiana de Pesquisa sobre Texto, Discurso e Ensino. Doutor em Letras e Linguística pela UFG na área de Estudos Linguísticos.
Publicado
2018-12-31
Como Citar
Jesus, J. de F. A. de, & Carvalhaes, W. L. (2018). Intertextualidade e interdiscurso em quatro publicidades de O Boticário. DLCV - Língua, Linguística & Literatura, 14(2), 320-338. https://doi.org/10.22478/ufpb.2237-0900.2018v14n2.42466
Seção
Artigos