A linguagem da propaganda como ferramenta para o ensino de leitura

  • Sayonara Abrantes Oliveira Uchoa Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba
  • Monica Mano Trindade Ferraz UFPB / Proling
Palavras-chave: Propaganda. Multimodalidade. Léxico. Leitura.

Resumo

O presente capítulo analisa a riqueza linguística do gênero textual propaganda como campo produtivo para o ensino de leitura, fundamentando-se em dois aspectos constitutivos e suas contribuições à cognição: a multimodalidade e as relações lexicais. O artigo apresenta argumentos a favor de uma abordagem do ensino de leitura fundamentado numa visão interativa, através do qual o aluno vivencie, conscientemente, os fenômenos lexicais em consonância com os recursos multimodais mobilizados no texto para a construção dos sentidos, permitindo a este leitor perceber-se como coautor do processo. Pautando-nos em teorias de gênero textual, de leitura, nas reflexões sobre o texto publicitário, na multimodalidade e nas bases da Semântica Lexical em Antunes (2009; 2012), Kleiman (1999; 2011), Marchuschi (2011), Carvalho (1996; 2014), Dionísio; Vasconcelos (2013), dentre outros, buscamos apresentar reflexões de como a integração dessas áreas do conhecimento linguístico podem convergir para o mesmo propósito: a compreensão do texto mediada pelo ato de ler. Enfim, as análises ora apresentadas contribuem para a reflexão sobre as questões pertinentes ao ensino de leitura ancoradas nas manifestações da multimodalidade e do léxico.

Biografia do Autor

Sayonara Abrantes Oliveira Uchoa, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba
Doutora e Metre em Linguística pela UFPB / Proling. Possui graduação em LICENCIATURA PLENA EM LETRAS pela Universidade Federal de Campina Grande (2003). Atualmente é efetivo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba. Agrega experiência como professora do ensino médio - SECRETARIA DE EDUCAÇAO DO ESTADO DA PARAIBA, em escolas particulares e na FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS DE CAJAZEIRAS - FAFIC . Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Língua Portuguesa, atuando principalmente nos seguintes temas: produção textual, metodologia do trabalho científico, formação e ensino, linguagem e arte.
Monica Mano Trindade Ferraz, UFPB / Proling
Possui graduação em Letras pela Universidade Estadual de Campinas (1990), especialização em Análise do Discurso pela PUCCAMP (1998), mestrado em Linguística Aplicada pela Universidade Federal de Santa Catarina (2001) e doutorado em Linguística Teórica pela Universidade Federal de Santa Catarina (2006). Atualmente é professora da Universidade Federal da Paraíba. Tem experiência na área de Língua Portuguesa e Linguística, com ênfase em Semântica, Linguística Textual e Metodologia de Ensino. Pesquisa e orienta nos seguintes temas: Significação na perspectiva léxico-conceptual, Análise de textos na interface semântico-pragmática, Contribuições da Semântica para o Ensino de Língua Portuguesa.
Publicado
2018-12-31
Como Citar
Uchoa, S. A. O., & Ferraz, M. M. T. (2018). A linguagem da propaganda como ferramenta para o ensino de leitura. DLCV - Língua, Linguística & Literatura, 14(2), 305-319. https://doi.org/10.22478/ufpb.2237-0900.2018v14n2.42509
Seção
Artigos