CONHECIMENTO ETNOMICOLÓGICO DE COMUNIDADES QUE HABITAM O ENTORNO DA REBIO DE PEDRA TALHADA, ALAGOAS, BRASIL

Autores

  • Evelyn Rodrigues dos Santos Universidade Federal de Pernambuco/ Discente pós-graduação
  • Laise de Holanda Cavalcanti Docente do Departamento de Botânica, Centro de Biociências, Universidade Federal de Pernambuco
  • Roger Fagner Ribeiro Melo Docente do Departamento de Micologia, Centro de Biociências, Universidade Federal de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-1268.2020v14n2.50609

Resumo

Estudos etnomicológicos sobre comunidades brasileiras são escassos, quase todos centrados em povos da Amazônia. O presente trabalho teve por objetivo verificar a existência de conhecimento etnomicológico em nove comunidades nordestinas estabelecidas nas proximidades da Reserva Biológica de Pedra Talhada - RBPT (Quebrangulo, AL). Utilizou-se um formulário semiestruturado, um álbum de fotografias e amostras de macrofungos recém-coletadas para entrevistar 61 pessoas (59% homens; 41% mulheres, 18 a 81 anos), a maioria agricultores (70%) com baixo nível de instrução. Quase todos (92%) reconheceram os macrofungos e a maioria citou seus nomes populares, baseados em caracteres morfológicos, associados ao ambiente onde ocorrem (cebola da mata, cogumelo do cocô, orelha de pau) ou às propriedades a eles atribuídas (cogumelo do bem e cogumelo do mal). Percebem a relação desses organismos com o ambiente e a influência dos fatores climáticos sobre sua esporulação. Chás preparados com basidiomicetos foram indicados para tratamento de câncer (Fomes fasciatus) e asma (Ganoderma australe); duas espécies não identificadas foram indicadas para tratamento de problemas respiratórios. Cookeina tricholoma (Ascomycota) foi referida como comestível por um ex-caçador idoso. O uso lúdico foi relatado para uma espécie de Geastrum (Basidiomycota). Embora não micófilos, os entrevistados percebem os macrofungos como elementos importantes no ambiente.

 PALAVRAS-CHAVE: Etnobiologia. Etnomicologia. Macrofungos. Mata Atlântica. Micologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Laise de Holanda Cavalcanti , Docente do Departamento de Botânica, Centro de Biociências, Universidade Federal de Pernambuco

Bacharel em História Natural (1966) e Licenciada em Ciências (1967) pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), com Especialização em Taxonomia Vegetal e Fitogeografia pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1968), Mestrado (1974) e Doutorado (1979) em Ciências Biológicas -Botânica pela Universidade de São Paulo. Professor Titular em Botânica pela Universidade Federal de Pernambuco. Pesquisador 1A do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico até fevereiro de 2015. Atualmente Professor Aposentado Voluntário no Departamento de Botânica da UFPE e membro do Colegiado, professora e orientadora nos programas de Pós--Graduação em Biologia Vegetal e Biologia de Fungos da UFPE.Tem experiência em ensino (graduação e pós-graduação), pesquisa e extensão na área de Botânica, com ênfase em Taxonomia de Criptógamos, atuando principalmente nos seguintes temas: Taxonomia e Ecologia de Myxomycetes, Plantas Medicinais e Etnobotânica.

Roger Fagner Ribeiro Melo, Docente do Departamento de Micologia, Centro de Biociências, Universidade Federal de Pernambuco

Professor Adjunto do Departamento de Micologia da Universidade Federal de Pernambuco. Doutor em Biologia de Fungos (2015) e mestre em Biologia de Fungos pela mesma universidade (2011). Bacharel em Ecologia (2006) e Licenciado em Ciências Biológicas (2008) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Micologia, com ênfase em Taxonomia, Sistemática e Ecologia de Ascomycota, atuando principalmente nos seguintes temas: diversidade e ecologia de Pezizomycotina em biomas brasileiros, ecologia de fungos, fotografia e ilustração científica, fungos coprófilos e Ensino de Micologia. Parcitipou como organizador de eventos científicos em sua área de atuação. Atua como editor setorial da revista Check List e como revisor ad hoc para revistas internacionais.

Downloads

Publicado

2020-07-31

Como Citar

SANTOS, E. R. dos .; CAVALCANTI , L. de H.; MELO, R. F. R. CONHECIMENTO ETNOMICOLÓGICO DE COMUNIDADES QUE HABITAM O ENTORNO DA REBIO DE PEDRA TALHADA, ALAGOAS, BRASIL . Gaia Scientia, [S. l.], v. 14, n. 2, 2020. DOI: 10.22478/ufpb.1981-1268.2020v14n2.50609. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/gaia/article/view/50609. Acesso em: 22 jun. 2024.

Edição

Seção

Ciências Ambientais