Uso de imagens Sentinel-2 no monitoramento ambiental do uso e ocupação das terras em uma microbacia no Brasil-Central

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-1268.2021v15n1.54515

Resumo

Nas últimas décadas, a preocupação com a sustentabilidade tem aumentado a demanda por projetos e planejamentos estratégicos que integrem aspectos econômicos e sociais, reduzindo impactos ao meio ambiente. Nesse sentido, o objetivo deste estudo foi monitorar a adequação do uso do solo na microbacia do Ribeirão Extrema, Distrito Federal, a partir do mapeamento cruzado entre uso e ocupação do solo em 2019 e mapa de aptidão agrícola, por meio de Sistemas Informações Geográficas e Sensoriamento Remoto. Para tanto, foi elaborado um banco de dados planialtimétrico e temático da região. Além disso, adquirimos uma imagem do sensor orbital Sentinel-2 de outubro de 2019. A imagem foi submetida à classificação quanto ao uso e ocupação do solo, por meio do algoritmo MAXVER (máxima verossimilhança). Observou-se que 80% do uso em 2019 estava relacionado às atividades agrícolas. A validação índice Kappa atingiu 81% de acurácia. Com base na metodologia, identificamos que 62,33% das atividades agrícolas ocorrem dentro da sua capacidade de uso; 4,33%, sob uso acima da capacidade, o que causa degradação ambiental, principalmente em áreas de preservação permanente. A aplicação da técnica foi considerada satisfatória, pois a adequação do uso do solo na microbacia estudada pode ser avaliada a fim de buscar o desenvolvimento sustentável. Análises contínuas podem melhorar os resultados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jean Jesus Novais, UnB

Ph.D student in Agronomy from the University of Brasília, Master in Agronomy from the same institution. Has Specialization in Geotechnologies and he is undergraduated as Agronomist. Nowadays, Develops research in the scope of Geographic Information Systems, Google Earth Engine; Soil spectroscopy, Digital Soil Mapping, Geoprocessing, Remote Sensing (VNIR-SWIR and microwaves region) in Geoprocessing and Pedogeomorphology - GeoPed in Faculty of Agronomy and Veterinary Medicine from University of Brasília. Furthermore, he has experience in the areas of Soil Microbiology and Sustainable Agricultural Production Systems.

Marilusa Pinto Coelho Lacerda, University of Brasilia

Marilusa Pinto Coelho Lacerda is a Professor in University of Brasilia and currently works at the Geoprocessing and Pedomorphogeology Laboratory - Geoped - FAV in University of Brasília, developing research in Pedogenesis, Pedomorfhogeological modeling, Soils distribution in landscapes, Soil Digital Mapping, Sustainability of lands use, Quality of Soils and Water, Remote Sensing and Geoinformatics (GIS). Research projects are developed in coffee agroecossistems in Minas Gerais, Distrito Federal and Goiás state, Brazil. Their current project is estimation soil moisture by Remote Sensing and Sustainability of water use of Distrito Federal and Soil Digital Mapping at Centro-Oeste region in Brazil.

Downloads

Publicado

2021-04-15 — Atualizado em 2021-05-03

Versões

Como Citar

JESUS NOVAIS, J.; PINTO COELHO LACERDA, M. Uso de imagens Sentinel-2 no monitoramento ambiental do uso e ocupação das terras em uma microbacia no Brasil-Central. Gaia Scientia, [S. l.], v. 15, n. 1, 2021. DOI: 10.22478/ufpb.1981-1268.2021v15n1.54515. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/gaia/article/view/54515. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Ciências Ambientais