Sentidos e contextos de troca de saberes entre o Brasil e a Guiné-Bissau

Autores

  • Heldomiro Henrique Correia Universidade Federal da Paraíba
  • Edna Gusmão de Góes Brennand Universidade Federal da Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.23179/g&a.v5i1.31380

Palavras-chave:

Sistema educacional de Guiné-Bissau. Projeto Africanidade. Formação docente. Educação a Distância.

Resumo

A pesquisa teve como objetivo, sistematizar dados sobre a educação na Guiné-Bissau, através do estudo da sua evolução no período entre 1974 e 2012, e a contribuição do Brasil nesse contexto. Foram consideradas, nesse processo, variáveis que expressaram suas condições históricas, socioeconômicas, políticas e educacionais bem como seus reflexos no desenvolvimento do país. Analisou-se, também, o impacto do projeto brasileiro denominado “Africanidade”, na formação docente do país. Para a construção da análise, foi utilizada a abordagem exploratória de documentos e a pesquisa exposta-facto, uma vez que a investigação levantou as relações de causa e de efeito entre diversos fatos e fenômenos. Para compreender a importância do Projeto Africanidade foram aplicados questionários a alunos, professores e mediadores do referido projeto, com intuito de verificar sua contribuição para a melhoria do sistema educacional guineense. Os dados sistematizados contribuiu para suprir as deficiências históricas de literatura sobre a situação educacional do país.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-11-08

Edição

Seção

Relatos de Pesquisa