Avaliação da Eficiência dos Gastos das Instituições Federais de Ensino Superior Brasileiras

Autores

  • Luckas Fernandes Rolim
  • Aléssio Tony Cavalcanti de Almeida UFPB
  • Stélio Coêlho Lombardi Filho Universidade Federal de Minas Gerais
  • Otoniel Rodrigues dos Anjos Júnior UFPB

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2238-104X.2021v11n1.50628

Resumo

Objetivo: Este artigo tem como objetivo principal realizar uma avaliação da eficiência técnica das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) brasileiras. Sendo assim, busca-se identificar quais IFES podem ser consideradas eficientes, dado o aporte de gasto público nelas aplicado, bem como determinar os fatores associados a esta eficiência. Metodologia: A estratégia empírica adotada consiste em duas etapas: primeiramente, utilizou-se o modelo de Análise Envoltória de Dados (Data Envelopment Analysis - DEA) para mensurar os escores de eficiência das IFES, permitindo ranqueá-las de modo a identificar as unidades tecnicamente eficientes. Em seguida, estimaram-se modelos de regressão tobit para encontrar os principais fatores que afetam a eficiência das universidades. Resultados: Os resultados da abordagem DEA indicaram que, para a ampliação da racionalidade dos recursos no ensino superior brasileiro (na esfera federal), seria necessária, considerando o nível atual de atendimento e o Índice Geral de Cursos (IGC), uma redução nos gastos de custeio em cerca de 25%, uma diminuição no número de docentes na casa de 22% e, em especial, uma redução no número de técnicos administrativos em aproximadamente 43%. Acerca dos resultados da análise de regressão, estes indicaram que a eficiência das IFES pode ser influenciada tanto por características dos discentes e da região quanto por fatores gerenciais. A pesquisa aponta como uma melhoria gerencial poderia ser alcançada via aumento na razão aluno-professor e diminuição na razão técnicos-docentes. Contribuições:  A contribuição da pesquisa é subsidiar uma melhor alocação dos recursos educacionais, auxiliando também na formulação de políticas públicas mais eficazes.

Biografia do Autor

Stélio Coêlho Lombardi Filho, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutor em Economia pelo Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional (CEDEPLAR/UFMG). Possui graduação em Ciências Econômicas e Mestrado em Economia Aplicada pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem interesse nas áreas de Economia Social, Avaliação de Políticas Públicas, Demografia Econômica e Métodos Quantitativos. Integrante dos seguintes grupos de pesquisa: Laboratório de Economia & Modelagem Aplicada (LEMA) e Pesquisas em Economia e Demografia da Estratificação Social (PEDES).

Downloads

Publicado

2020-04-21

Como Citar

Rolim, L. F., Cavalcanti de Almeida, A. T., Coêlho Lombardi Filho, S., & Rodrigues dos Anjos Júnior, O. (2020). Avaliação da Eficiência dos Gastos das Instituições Federais de Ensino Superior Brasileiras. Teoria E Prática Em Administração, 11(1), 1–16. https://doi.org/10.22478/ufpb.2238-104X.2021v11n1.50628

Edição

Seção

Artigos de Pesquisa (Research Papers)