A influência de um programa de formação continuada na prática pedagógica de professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental

Autores

  • maria ivonice de melo lustosa barraza Escola Estadual Beira Rio
  • janine marta Coelho Rodrigues Universidade Federal da Paraíba
  • Paulo César Géglio Universidade Federal da Paraíba

Resumo

O presente texto aborda a relação intrínseca e necessária entre a formação continuada de professores e as práticas pedagógicas que se desenvolvem nas salas de aulas. Essa discussão é abordada a partir de uma investigação produzida com dados coletados, com o recurso de entrevistas, aplicação de questionários e observações de práticas com um grupo de professoras, dos anos iniciais do Ensino Fundamental, que participaram de um programa de formação denominado de Pró-letramento. Nossa intenção era saber qual a influência dessa formação na prática pedagógica dos professores. O estudo foi efetuado com seis professoras, da rede municipal de ensino da cidade de Palmas – Tocantins, que realizaram o curso. Os dados revelaram que os sujeitos da pesquisa não perceberam influência das aprendizagens derivadas do Pró-letramento em suas práticas pedagógicas, não obstante, em nossas observações de aula dos referidos sujeitos notamos ações e comportamentos derivados de aprendizagens do Pró-letramento.

 

Palavras–chave: Políticas de formação docente. Prática pedagógica. Educação básica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

maria ivonice de melo lustosa barraza, Escola Estadual Beira Rio

Professora da Rede Estadual de Ensino de Palmas/TO. Escola Estadual Beira Rio – Distrito de Luzimangues – Qd 208 Sul  Al 17 Lt 59 Plano Diretor Sul.

janine marta Coelho Rodrigues, Universidade Federal da Paraíba

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN. Professora do Programa de Pós – graduação em Educação da Universidade Federal da Paraíba – UFPB. Centro de Educação – Campus I, Departamento de Habilitações Pedagógicas

Paulo César Géglio, Universidade Federal da Paraíba

Doutor em Psicologia da Educação/PUC/SP.  Professor da Universidade Federal da Paraíba – Centro de Ciências Agrárias – Campus III. Departamento de Ciências Fundamentais e Sociais. Cidade Universitária. Areia – PB.

Referências

[...] o Banco Mundial segue utilizando a lógica do “pacote” de medidas, focalizando o ensino primário, a responsabilização das unidades escolares, o que chama de “eficácia” escolar, entre outros elementos. Ao mesmo tempo, o lugar dos professores em seu discurso e nas práticas que apoia é alarmante, uma vez que explicita não considerá-los estratégicos em comparação com outros insumos educacionais [...]. (SILVA, AZZI, BOCK, 2007, p. 6).

A relação remuneraçãodesempenho profissional, embora não linear, é questão que merece atenção e exame, uma vez que ela se associa a aspectos de auto-estima e valor social, tendo, com isso, impacto direto na auto-estima e, portanto, no perfil do profissional e em suas condições básicas para atuar eficazmente.

[...] Para que seja significativa e útil, a formação precisa ter um alto componente de adaptabilidade à realidade diferente do professor. E quanto maior a sua capacidade de adaptação mais facilmente ela será posta em prática em sala de aula ou na escola e será incorporada às práticas profissionais habituais.

Quando se trata de modificar as práticas pedagógicas, o sujeito confronta-se com as resistências ativas ou com as estratégias de fuga de atores suficientemente autônomos e hábeis para rejeitar – aberta ou secretamente – qualquer inovação vinda de fora, pelo menos se não tem a possibilidade e o poder de apropriar-se delas e de reconstruí-las em seu contexto.

Downloads

Publicado

2014-07-31

Como Citar

DE MELO LUSTOSA BARRAZA, maria ivonice; COELHO RODRIGUES, janine marta; GÉGLIO, P. C. A influência de um programa de formação continuada na prática pedagógica de professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental. Revista Temas em Educação, [S. l.], v. 23, n. 1, p. 129–138, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/rteo/article/view/18930. Acesso em: 17 jun. 2024.

Edição

Seção

RELATOS DE PESQUISA