ENSINO SOLIDÁRIO

Autores

  • Almiro Schulz Universidade Federal de Goiás
  • Enilson Ferreira CEPAE/UFG Mestrando
  • Samanta Aguiar

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2359-7003.2022v31n2.61597

Palavras-chave:

Ensino, Solidariedade, Scheler, Didática

Resumo

Escrever sobre ensino poderá ser repetitivo e não despertar nenhum interesse, quer-se, no entanto, abordar o problema da relação entre ensino e solidariedade, com objetivo de apresentar o conceito de solidariedade segundo Scheler e a possibilidade de vivenciar atos de ensino solidário. O termo solidariedade recebe várias conceituações e sua prática poderá se dar por motivações distintas. Porém, o texto é resultado de estudos sobre solidariedade de textos de Scheler e Freire e sobre didática, como a “arte de ensinar”. Segundo Scheler a solidariedade se dá na relação entre sua visão de “atos da pessoa individual” e “atos da pessoa coletiva”, no âmbito da vivência da comunidade coletiva. Sendo a didática não restrita a um fazer por meio de uma mera instrumentalização, mas como uma ação política e de valoração, o ensino solidário poderá ocorrer de forma pontual circunstanciado, numa relação de corresponsabilidade entre quem ensina e quem aprende, mediado pelo amor ao saber. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de Filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

ARISTÓTELES. A Política. Série filosofar. Tradução Nestor Silveira Chaves. Escala Educacional. São Paulo, 2006.

COMÉNIO, João Amós. Didática Magna. 3. ed. Lisboa: Fundação Caloute Guilbenkian, 1985.

FREIRE, Nita; OLIVEIRA, Walter Ferreira de. (orgs.). Pedagogia da solidariedade. Rio de Janeiro; São Paulo: Paz e Terra, 2016.

FROMM, Erich. A revolução da esperança – por uma tecnologia humanizada. 4. ed. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1981.

KLAUS, Leila Rosibeli. Abordagem fenomenológica da antropologia filosófica: pessoa e espírito em Max Scheler. Santa Maria: Universidade federal de Santa Maria, 2014.

LIBÂNIO, José Carlos. Didática. 28. ed. São Paulo: Cortez editora, 2008.

PEREIRA, Rosane Maria Batista. O sistema ético-filosófico dos valores em Max Scheler. Porto Alegre: EST Edições, 2000.

PECORARI, Francisco. O personalismo ético e solidário de Max Scheler e o pluralismo contemporâneo. Perspectiva Filosófica, v. IX, n. 17, jan./jun. 2002, p. 107-125.

SARTRE, Jean Paul. O Ser e o Nada – Ensaio de Ontologia Fenomenológica. Tradução de Paulo Perdigão. 24. Ed. – Petrópolis, RJ: Vozes, 2019.

SCHELER, Max. Ética, II. Buenos Aires: Revista de Occidente Argentina, 1948.

SCHELER, Max. Esencia y formas de la simpatia. Buenos Aires: Editorial Losada, S.A.1950.

SCHELR, Max. A posição do homem no cosmos. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2003.

SCHULZ, Almiro. Max Scheler “in foco”. Curitiba: CRV, 2020.

Downloads

Publicado

2022-08-31

Como Citar

SCHULZ, A.; MACEDO FERREIRA, E. .; AGUIAR RODRIGUES DA SILVA SOUSA, S. ENSINO SOLIDÁRIO. Revista Temas em Educação, [S. l.], v. 31, n. 2, p. 1–19, 2022. DOI: 10.22478/ufpb.2359-7003.2022v31n2.61597. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/rteo/article/view/61597. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

ARTIGO DE REVISÃO