Lilith em (per)cursos entre o ontem e o hoje

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1807-8214.2021v31n1.54249

Palavras-chave:

Identidade, Narrativa, Etnografia digital, Mito, Lilith

Resumo

Neste trabalho, de natureza interdisciplinar, apresentamos resultados provenientes de investigação etnográfico-digital que teve por objetivo evidenciar a presença de Lilith em diferentes produções socioculturais situadas em ambientes digitais. Adotamos perspectiva dialógica, de orientação Bakhtiniana, para tratar de interfaces entre sujeito, linguagem e sociedade. Figura mítica, repetidamente reapropriada ao longo dos séculos, Lilith sustenta arquétipos, protagonizando múltiplos e diversificados contextos discursivos. Os dados – resultantes de nossa exploração no ciberespaço –, sugerem que, ao apropriarem-se de Lilith nos dias correntes, os enunciadores elaboram réplicas ativas às representações dessa figura, realocando-a do campo discursivo do sagrado ao profano. Conquanto seja ressignificada em enunciados que materializam processos identitários contemporâneos, Lilith ainda protagoniza narrativas que remontam ao lugar/papel ocupado pelo mito em tempos e espaços sócio-históricos passados. Encontrando subsídios nos campos da filosofia, da antropologia e dos estudos culturais, discutimos possíveis contribuições de nossos achados para o estudo da construção social da identidade feminina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eliane Fernandes Azzari, Pontifícia Universidade Católica de Campinas

Professora e pesquisadora permanente e em regime de dedicação exclusiva no Programa de Pós-Graduação em "Linguagens, Mídia e Arte" (LIMIAR) e nos Cursos de Graduação Português/Inglês da Faculdade de Letras da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), onde desenvolve pesquisa institucional em área interdisciplinar. Membro do Grupo de Pesquisa "Entre(dis)cursos: sujeito e língua(gens)".É pós-doutoranda na Universidade de São Paulo (USP), onde desenvolve pesquisa na interface linguagem, identidade e ciberespaço, sob a perspectiva da educação linguística crítica. Doutora e Mestra em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Eliane é bacharel em Letras com Habilitação em Língua e Literatura Inglesas pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC - SP) e licenciada em Letras-Inglês pelo Centro Universitário Estácio de Ribeirão Preto. Também possui habilitação profissional plena em Tradutor e Intérprete (Formação profissional, MEC). Tem especial interesse em pesquisas acerca da interface sujeito-tecnologias digitais-linguagens-cultura-sociedade; ensino e aprendizagem de línguas e literaturas de língua inglesa; formação de professores e tradutores; tecnologias digitais e o ensino de línguas / tradução; educação crítica e a análise e o desenvolvimento de materiais didáticos impressos e digitais.

Downloads

Publicado

2021-07-11 — Atualizado em 2021-07-13

Versões

Como Citar

AZZARI, E. F.; P. VITAL, A. L. . Lilith em (per)cursos entre o ontem e o hoje. Revista Ártemis, [S. l.], v. 31, n. 1, 2021. DOI: 10.22478/ufpb.1807-8214.2021v31n1.54249. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/artemis/article/view/54249. Acesso em: 27 jan. 2022.