ECODESIGN: UM CAMINHO PARA A SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL NA INDÚSTRIA MOVELEIRA

Autores

  • Mirna Andrade Bezerra Universidade Federal do Piauí
  • Elaine Aparecida da Silva Universidade Federal do Piauí
  • José Machado Moita Neto Universidade Federal do piauí

Palavras-chave:

Gestão Ambiental, Produção sustentável, Rótulo ecológico

Resumo

O ecodesign é um processo que objetiva reduzir e/ou mitigar os impactos ambientais de produtos durante todo o seu ciclo de vida. Este trabalho teve o objetivo de identificar a viabilidade de implantação do ecodesign em uma indústria do setor moveleiro localizada na cidade de Teresina-PI. A pesquisa foi realizada com base na norma da ABNT NBR ISO 14006:2011 que trata sobre as diretrizes para incorporar o ecodesign, sendo dividida em três fases: 1-Diagnóstico, 2-Definição de móveis, 3-Identificação de possibilidades de implantação do ecodesign. Foram selecionadas e analisadas as etapas de fabricação de três modelos de cadeiras pertencentes ao mobiliário escolar do tipo adulto. As etapas do ciclo de vida dos produtos envolvem: aquisição de matérias-primas, planejamento dos produtos, design, produção e transporte. A indústria não possui Sistema de Gestão Ambiental (SGA), representando a realidade da maioria das indústrias moveleiras dessa cidade. Verificou-se uma quantidade maior de processos (nove etapas), matérias-primas, resíduos e componentes para a fabricação do modelo 3. O modelo 1 possui menos etapas de produção (total de seis), aquisição de matéria-prima no próprio estado, para este produto não foram utilizadas embalagens e após a fabricação direcionadas ao cliente. Nesta indústria, há possibilidades de implantação do ecodesign com adoção de melhorias na economia de matéria-prima, escolha de fornecedores que fabriquem materiais mais sustentáveis e duráveis. A indústria necessita desenvolver ações voltadas ao atendimento dos requisitos mínimos dispostos na ABNT NBR ISO 14001, a fim de conectar a gestão dos processos aos impactos ambientais negativos causados por esta atividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABIMÓVEL - Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário. 2014. Relatório das atividades desenvolvidas em 2014. Disponível em: http://www.abimovel.com/img/download/pt/download-pt_14.pdf. Acesso em: jun. 2016.

Associação Brasileira de Normas Técnicas. 2011. ABNT NBR ISO 14006 : 2011 - Sistema de gestão ambiental – Diretrizes para incorporar o ecodesign. Rio de Janeiro, 35p.

Associação Brasileira de Normas Técnicas. 2015a. ABNT NBR ISO14001: 20015 – Sistema de gestão ambiental – Requisitos com orientações para uso.Rio de Janeiro, 41p.

Associação Brasileira de Normas Técnicas. 2015b. Rótulo ecológico para cadeiras de escritório. Disponível em: http://abnt.org.br/produtos/app/arquivos/pdf/PE-261.03_R%C3%B3tulo%20ecol%C3%B3gico%20para%20cadeiras%20de%20escrit%C3%B3rio%20.pdf

Brasil. Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12305.htm

Brones F, Carvalho MM e Zancul ES. 2014. Ecodesign in project management: a missing link for the integration of sustainability in product development?. Journal of Cleaner Production, 80:106-118.

Deutz P, Mcguire M e Neighbour G. 2013. Eco-design practice in the context of a structured design process: an interdisciplinary empirical study of UK manufacturers. Journal of Cleaner Production, 39:117-128.

FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO PIAUÍ. 2014. Guia Industrial do Piauí. Teresina: FIEPI.

Gonzaléz-gracia S et.al,. 2011. Assessing the global warming potential of wooden products from the furniture sector to improve their ecodesign. Science of the Total Environment. 410:16-25.

Iritani DR. et. al. 2015. Sustainable strategies analysis through Life Cycle Assessment: a case study in a furniture industry. Journal of Cleaner Production, 96: 308-318,.

Lähtinen K, Vivanco DAS e Toppinen A. 2014. Designers’ wooden furniture ecodesign implementation in Scandinavian country-of-origin (COO) branding. Journal of Product & Brand Management, 23:180-191.

Mirabella N, Castellani V e Sala S. 2014. LCA for assessing environmental benefit of eco-design strategies and forest wood short supply chain: a furniture case study. Int J Life Cycle Assess, 19: 1536-1550.

Pigosso, DCA, Rozenfeld H e Mcaloone TC. 2013. Ecodesign maturity model: a management framework to support ecodesign implementation into manufacturing companies. Journal of Cleaner Production, 59:160-173.

Plouffe S et.al. 2011. Economic benefits tied to ecodesign. Journal of Cleaner Production, 19: 573-579.

Poulikidou S, Björklund A e Tyskeng S. 2014. Empirical study on integration of environmental aspects into product development: processes, requirements and the use of tools in vehicle manufacturing companies in Sweden. Journal of Cleaner Production, 81: 34–45.

Silva ALE, Moraes JAR e Machado EL. 2015. Proposta de produção mais limpa voltada às práticas de ecodesign e logística reversa. Engenharia Sanitária e Ambiental. 20: 29-37. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-41522015000100029&script=sci_abstract

Downloads

Publicado

2016-12-19

Como Citar

BEZERRA, M. A.; DA SILVA, E. A.; MOITA NETO, J. M. ECODESIGN: UM CAMINHO PARA A SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL NA INDÚSTRIA MOVELEIRA. Gaia Scientia, [S. l.], v. 10, n. 4, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/gaia/article/view/31852. Acesso em: 5 out. 2022.

Edição

Seção

Ciências Ambientais