Adsorção de fósforo em efluentes com elevada concentração por meio de resíduos de construção e demolição (RCD) termicamente ativados

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-1268.2023v17n3.67561

Resumo

Efluentes industriais provenientes do beneficiamento de arroz parboilizado possuem elevadas concentrações de fósforo (P) de até 100 mg.L-1, o que reforça a necessidade de sua recuperação. Produtos resultantes da recuperação de fósforo são promissores para agricultura e indústria, proporcionando alternativa a produção de fertilizantes de baixo custo e reduzido impacto ambiental em comparação a extração mineral de fosfato. O presente artigo tem como objetivo analisar a recuperação de fósforo em efluente sintético através de adsorção, utilizando resíduo de construção e demolição (RCD) como adsorvente. Foi utilizado um efluente sintético a partir de fosfato monopotássico (KH2PO4) em concentração de 100 mg.L-1. A utilização dos Modelos de Langmuir e Freundlich foi utilizada para descrever o comportamento de adsorção de fósforo. Após os ensaios de adsorção foi possível concluir que a isoterma de Freundlich foi a mais apropriada para descrever o processo de adsorção. RCD termicamente ativados podem remover com eficiência P de efluentes com elevada concentração, contribuindo para a obtenção de componente para a fertilização de áreas agrícolas e proporcionar alternativa de fechamento do ciclo de resíduos de forma sustentável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2024-01-24

Como Citar

PIRES SANTOS, R. Adsorção de fósforo em efluentes com elevada concentração por meio de resíduos de construção e demolição (RCD) termicamente ativados. Gaia Scientia, [S. l.], v. 17, n. 3, p. 30–42, 2024. DOI: 10.22478/ufpb.1981-1268.2023v17n3.67561. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/gaia/article/view/67561. Acesso em: 14 abr. 2024.

Edição

Seção

Ciências Ambientais