POESIA E RESISTÊNCIA: O POSICIONAMENTO POLÍTICO DE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE DURANTE O ESTADO NOVO

  • Ygor Fernandes Leite Universidade de Brasília

Resumo

O presente artigo destina-se a discutir a relação entre poesia e história. Serão analisadas duas obras de Carlos Drummond de Andrade criadas e publicadas durante o Estado Novo, verificando de que forma o poeta se posiciona e age politicamente por intermédio de seus poemas.

Biografia do Autor

Ygor Fernandes Leite, Universidade de Brasília
Graduando do curso de História, interessado nas diversas relações possíveis entre literatura e história, especialmente no caso da poesia.

Referências

ANDRADE, Carlos Drummond de. A Rosa do Povo. Rio de Janeiro: Record, 2006.

______. Confissões de Minas. Rio de Janeiro: Americ=Edit. 1944.

______. O observador no escritório. Rio de Janeiro: Record, 1985.

______. Passeios na ilha. Divagações sobre a vida literária e outras matérias. Rio de Janeiro: José Olympio, 1975.

______. Sentimento do Mundo. São Paulo: Companhia das Letras, 2013.

BOSI, Alfredo. O Ser e o tempo da poesia. São Paulo: Cultrix, Ed. da Universidade de São Paulo, 1977.

CANÇADO, José Maria. Os sapatos de Orfeu. Biografia de Carlos Drummond de Andrade. São Paulo: Globo, 2006.

CANDIDO, Antonio. Literatura e sociedade. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2006.

FARIA, Daniel. Quando os poetas se despediram da felicidade: Baudelaire e Dostoievski criticam as utopias. In: História: Questões e Debates. Ano 23, n. 44. Curitiba: Ed. da Universidade Federal do Paraná, 2006.

JAUSS, Hans Robert. “O texto poético na mudança de horizonte da leitura”. In. LIMA, Luiz Costa (Org.). Teoria da literatura em suas fontes. Vol. 2. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002.

LACAPRA, Dominick. “Repensar la historia intelectual y leer textos”. Em: PALTI, Elías José. “Giro linguístico” e historia intelectual. Bernal: Universidad Nacional de Quilmes, 2012.

LINS, Álvaro. Os mortos de sobrecasaca. Rio de Janeiro: Ed. Civilização Brasileira, 1963.

MICELI, Sérgio. Intelectuais e classe dirigente no Brasil (1920-1945). São Paulo: DIFEL, 1979.

MIRANDA, Wander Melo; SAID, Roberto (orgs.). Cyro & Drummond. Correspondência de Cyro dos Anjos e Carlos Drummond de Andrade. São Paulo: Globo, 2012.

PAZ, Octávio. O arco e a lira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1982.

PAZ, Octávio. Signos em rotação. São Paulo: Perspectiva, 1976.

PÉCAUT, Daniel. Os intelectuais e a política no Brasil. Entre o povo e a nação. São Paulo: Editora Ática, 1990.

SANT’ANNA, Affonso Romano de. Drummond: o gauche no tempo. Rio de Janeiro: Record, 2008.

Publicado
2016-05-04
Como Citar
LEITE, Y. F. POESIA E RESISTÊNCIA: O POSICIONAMENTO POLÍTICO DE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE DURANTE O ESTADO NOVO. Letras & Ideias, v. 1, n. 1, p. 49-65, 4 maio 2016.
Seção
Artigos