As Banshees e as vozes

a psicose em As dozes tribos de Hattie

Autores

Resumo

Esse ensaio tem como base trazer mais contribuições sobre a temática da psicose, mas analisando a personagem Cassie, presente no livro da escritora afro norte-americana Ayana Mathis (2014), As Doze Tribos de Hattie, no qual a narrativa do livro é fragmentada e conta a história de Hattie, mas pelo olhar dos doze filhos da personagem que dá nome ao livro, e nesse fragmento em específico, temos uma psicótica em surto. Portanto, o ensaio fará uma explanação da relação entre literatura e psicanalise, levando em consideração os diálogos possíveis entre os dois campos; e posteriormente, uma análise da representação de uma psicótica presente no livro e como isso tem relação com o aporte teórico propagado pelo psicanalista Jacque Lacan (1988) em seu Seminário 3: As psicoses.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-12-30

Como Citar

SACRAMENTO, D. S. A. As Banshees e as vozes: a psicose em As dozes tribos de Hattie. Letras & Ideias, [S. l.], v. 3, n. 2, p. 180–188, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/letraseideias/article/view/49417. Acesso em: 22 set. 2021.

Edição

Seção

Dossiê: Interdiálogos entre Psicanálise e Literatura