Formação Empreendedora Sustentável: Estudo de Caso em uma Instituição de Ensino Superior

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2238-104X.2021v11n1.54071

Resumo

Objetivo: O objetivo desse estudo foi verificar a percepção dos gestores da universidade sobre a Formação Empreendedora Sustentável (FES) na instituição. Metodologia: Em termos metodológicos trata-se de uma pesquisa qualitativa, que coletou os dados por meio, da aplicação de questionário com entrevistas em profundidade, sendo utilizado o Software NVivo 12 Pro. Principais resultados: Os resultados indicam que nos cursos de graduação que não estão relacionados com as Ciências Sociais Aplicadas, ainda não discutem sobre o empreendedorismo na instituição; que a unidade proponente para a FES, não deve ser apenas uma Unidade Acadêmica, mas sim um grupo de pessoas que se identifique com o assunto; e que a pré-disposição dos gestores em participar e apoiar o diálogo sobre questões relacionadas à sustentabilidade (econômica, social e ambiental) corrobora com a afirmativa que a FES pode ser um dos caminhos a ser trilhado para instituir a sustentabilidade nas suas Unidades. Implicações práticas e teóricas: A partir dos resultados encontrados, pode se observar como contribuição do estudo, a identificação das possibilidades e dos limites para a construção de uma Formação Empreendedora Sustentável. São possibilidades: aceitar um empreendedorismo mais amplo voltado ao equilíbrio das três dimensões da sustentabilidade nas Unidades resistentes ao empreendedorismo; reestruturar e incluir a temática nas disciplinas já existentes entre outras. São limites nesse sentido o desconhecimento dos gestores das Unidades Acadêmicas sobre empreendedorismo sustentável e a falta de percepção dos gestores em como conduzir uma FES na sua unidade entre outras.

Biografia do Autor

Cristiane Gularte Quintana, FURG

Doutora em Educação Ambiental pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG), Brasil. Mestre em Administração pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), Brasil. Especialista em Gestão Portuária pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Graduada em Administração Habilitação Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Professora da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), e membro do corpo docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Contabilidade - Mestrado Acadêmico. Experiência com ênfase em Inovações Portuárias e Ambientais, Gestão de Pessoas, Educação Ambiental, Empreendedorismo Sustentável e Educação Empreendedora.

Dione Iara Silveira Kitzmann, Universidade Federal do Rio Grande

Possui graduação em Oceanologia pela Universidade Federal do Rio Grande (1986), mestrado em Educação Ambiental pela Universidade Federal do Rio Grande (2000) e doutorado em Educação Ambiental pela Universidade Federal do Rio Grande (2009). É docente Associada da Universidade Federal do Rio Grande, atuando em cursos de graduação (Gestão Ambiental e Oceanologia), no Programa de Pós-graduação em Educação Ambiental (PPGEA) e no Programa de Pós-graduação em Gerenciamento Costeiro (PPGC). Editora-chefe da Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental - REMEA (PPGEA/FURG). Líder do Grupo de Pesquisa "Educação Ambiental nos processos de gestão ambiental". Coordenadora do curso de Tecnologia em Gestão Ambiental (Campus Rio Grande). Desenvolve atividades principalmente nos seguintes temas: educação ambiental, gestão ambiental e gerenciamento costeiro.

Downloads

Publicado

2020-09-29

Como Citar

Cristiane Gularte Quintana, & Dione Iara Silveira Kitzmann. (2020). Formação Empreendedora Sustentável: Estudo de Caso em uma Instituição de Ensino Superior. Teoria E Prática Em Administração, 11(1), 136–151. https://doi.org/10.22478/ufpb.2238-104X.2021v11n1.54071

Edição

Seção

Artigos de Pesquisa (Research Papers)