Determinação da densidade básica da madeira de Piptadenia stipulacea ((Benth) Ducke) e Amburana cearensis

Tatiane Kelly Barbosa de Azevêdo, Hélio Rodrigues de Brito, Francisco Soares de Lima, Antônio Marcos César de Almeida, Luiz Fernando Annunziata Trevisan, Andreia Vieira Pereira, Elizabeth de Oliveira, Jordânia Xavier de Medeiros

Resumo


Este trabalho objetivou aprimorar os conhecimentos sobre as espécies da caatinga, determinando a densidade da madeira de duas espécies: Jurema-branca (Piptadenia stipulacea (Benth) Ducke) e Cumarú (Amburana cearensis) para sua utilização como fonte de energia. Para este estudo foram coletados o fuste de cinco árvores de cada espécie estudada, de cada fuste foram retirados toretes de 30 cm de altura a 0 (base), 25, 50, 75 e 100% da altura comercial do tronco, considerada até 5 cm de diâmetro. Estas amostras foram identificadas, em seguida levadas para o laboratório de Tecnologia de Produtos Florestais, localizado na Unidade Acadêmica de Engenharia Florestal, CSTR, Campus de Patos - PB. Onde foi determinada a sua densidade básica por imersão em água, como descrito por Vital (1984). Podendo diante dos dados obtidos, considerar a Piptadenia stipulacea apta à produção sustentada de biomassa para geração de energia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25066/agrotec.v31i1.23008

Revista Agropecuária Técnica
ISSN impresso 0100-7467
ISSN online 2525-8990


Este periódico está indexado em:




Índice h (Google Scholar)=14


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional