AVALIAÇÃO COMPARATIVA: EXTRATOS VEGETAIS DE SOLANUM PANICULATUM LINNAEUS E PIPTADENIA STIPULACEA (BENTH) DUCKE SOBRE STAPHYLOCOCCUS AUREUS BOVINOS

  • Andréia Vieira Pereira
  • Luiz Feranando Annunziata Trevisan
  • Tatiane Kelly Barbosa De Azevêdo
  • Karla Aparecida Oliveira
  • Severino Silvano Dos Santos Higino
  • Maria Regina Macêdo Costa
  • Maria Do Socorro Vieira Pereira
  • Onaldo Guedes Rodrigues
  • Ednaldo Queiroga de Lima

Resumo

O Staphylococcus aureus é o principal agente causador de infecções nosocomiais em humanos e animais e é um dos mais significativos patógenos causadores de infecções intramamárias no gado leiteiro em todo o mundo. O tratamento de doenças causadas por S. aureus devido à grande resistência desses microrganismos a vários tipos de antibióticos, torna necessário pesquisar novos terapêuticos, como o uso de produtos naturais. Neste contexto este estudo teve como objetivo avaliar a atividade antimicrobiana de extrato etanólico de Solanum paniculatum Linnaeus e Piptadenia stipulacea (Benth) Ducke sobre amostras de Staphylococcus aureus de origem bovina, comparando a atividade de antibióticos sintéticos utilizados em afecções que acometem esta espécie. A Concentração Inibitória Mínima (CIM) dos extratos 4 linhagens bacterianas de origem animal pelo método de difusão em meio sólido. Os resultados demonstraram que todas as amostras foram sensíveis ao extrato de S. paniculatum até a diluição de 1:64 e o extrato de P. stipulacea até a diluição 1:1. Este estudo demonstra que a atividade antimicrobiana da S. paniculatum foi superior a da P. stipulacea, e aos antibióticos sintéticos, indicando assim, a importância de se pesquisar meios alternativo viáveis para o tratamento de infecções por Staphylococcus aureus.
Publicado
2010-11-07
Seção
Artigo Científico