Qualidade microbiológica de saladas de frutas comercializadas em três municípios do Cariri Cearense

  • Analha Dyalla Feitosa Lins
  • Ana Letícia Ribeiro de Lima
  • Maria Suiane de Moraes
  • Ana Coroline Fernandes Sampaio
  • Mhabell Lima Costa
  • Dannaya Julliethy Gomes Quirino

Resumo

Uma alimentação saudável, atrativa, com alto valor nutritiva, pouco processada e pronta para o consumo tem se tornado de grande interesse e ganhando importância comercial nos últimos anos. Os produtos minimamente processados não sofrem muitas perdas nutricionais e mostram-se seguros, porem esse processamento mínimo pode propiciar o desenvolvimento de microrganismos dependendo das condições da matéria prima, higienização, processamento, armazenamento e comercialização. Assim o objetivo dessa pesquisa foi avaliar a qualidade microbiológica de salada de frutas minimamente processadas e comercializadas em três municípios do Cariri Cearense, bem como verificar se estas atendem aos padrões da inocuidade estabelecidas pela RDC n° 12 de 02 de janeiro de 2001 da Agencia Nacional de Vigilância Sanitária. Através de análises de Coliformes termotolerantes e Salmonella sp, verificou-se que as amostras coletadas nos municípios de Crato, Juazeiro e Barbalha encontraram-se dentro dos padrões recomendados pala Legislação apresentando resultados de < 3; 9 e 9 NMP*/ g respectivamente e ausência de Salmonella sp em todas as amostras, considerando assim, cada amostra como adequado/ aceitável para consumo segundo a Legislação Brasileira por meio da RDC n° 12/01 da ANVISA.
Publicado
2014-12-31
Seção
Artigo Científico