As transformações de Gregor Samsa entre o texto original e os textos traduzidos

  • Tito Lívio CRUZ ROMÃO UFC
Palavras-chave: Metamorfose, Kafka, Ungeziefer, inseto, barata

Resumo

Na novela de Kafka Die Verwandlung (A metamorfose), o jovem Gregor Samsa, uma certa manhã, depois de despertar de sonhos agitados, dá-se conta, em sua cama, de que se transformara em um monstruoso inseto. Ao longo de décadas, esta obra de Kafka tem sido traduzida em diversas línguas e, em geral, tem-se optado pelo hiperônimo “inseto” para designar o que o autor chamou, na abertura do relato, de “Ungeziefer”. No Brasil, notadamente, houve uma tendência bastante difundida – mas não necessariamente nas traduções de Die Verwandlung – de se querer identificar o resultado da transformação de Gregor Samsa com uma “barata”. Este trabalho tem por objetivo cotejar e analisar 31 diferentes versões de Die Verwandlung em português, espanhol, italiano, francês e inglês, a fim de verificar a tradução do termo “Ungeziefer”, bem como tentar encontrar explicações para o uso da imagem de uma barata ou de outro bicho como uma provável forma de transferência cultural.

Referências

BEICKEN, P. Erläuterungen und Dokumente. Franz Kafka. Die Verwandlung. Stuttgart: Reclam, 1987.

CUNHA, C.; CINTRA, L. Nova Gramática do Português Contemporâneo. Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira, 2005 (1984).

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. Kafka. Para uma literatura menor. Trad. de Rafael Godinho. Lisboa: Assírio e Alvim, 2003.

FREUD, S. Gesammelte Werke. Band XII. Werke aus den Jahren 1917 – 1920. Frankfurt am Main: Fischer Taschenbuch Verlag, 2006.

HOUAISS, A.; VILLAR, M. Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001.

KAFKA, F. Metamorfose. 2ª ed. Trad. de Brenno Silveira. Rio de Janeiro: BUP – Biblioteca Universal Popular, S.A., 1965.

_________. La Métamorphose. Trad. Alexandre Vialatte. Paris: Gallimard, 1987 (1955).

_________. La Métamorphose, suivi de Dans la colonie pénitentiaire. Trad. de Bernard Lortholary. Paris: Flammarion, 1988.

_________. Tagebücher. 1910-1923. Frankfurt am Main: Fischer Taschenbuch Verlag, 1989.

_________. Briefe. 1902 – 1924. Frankfurt am Main: Fischer Taschenbuch Verlag, 1989.

_________. Erzählungen. Stuttgart: Reclams-Universal-Bibliothek, 1995a.

_________. La metamorfosis. Trad. de Cristina Frodden. Santa Fe de Bogotá: Grupo Editorial Norma, 1995b.

_________. A metamorfose. 10ª ed. Trad. de Gabriela Fragoso. Lisboa: Editorial Presença, 1996.

_________. A metamorfose. Trad. de Modesto Carone. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

_________. The Metamorphosis. Trad. de Willa and Edwin Muir. In: The complete stories. Naum N. Glatzer (ed.). Nova Iorque: Schocken Books, 1988.

_________. A metamorfose. Trad. de Pietro Nassetti. São Paulo: Editora Martin Claret, 2001.

_________. A metamorfose. Trad. de Calvin Carruthers. São Paulo: Editora Nova Cultural Ltda., 2002.

_________. A metamorfose. Trad. de Isabel Castro e Silva. Lisboa: Relógio d’Água Editores, 2005a.

_________. La metamorfosis. Trad. Guillermo Lorenzo. Madri: Funambulista, 2005b.

_________. La metamorfosis. La condena. Carta al padre. Trad. José Fernández Z. Barcelona: Editorial Juventud, 2006.

_________. Os filhos. Três histórias. A sentença. O fogueiro. A transformação. Trad. de Álvaro Gonçalves. Lisboa: Assírio e Alvim, 2007a.

_________. Metamorphosis and other stories. Trad. de Michael Hofmann. Nova Iorque: Penguin Books, 2007b.

_________. La transformación. Trad. Juan José del Solar. México D.F.: Random House Mondadori, 2007c.

_________. Bestiario. Barcelona: Editorial Anagrama, 2008a.

_________. Brief an den Vater. Colônia: Anaconda Verlag GmbH, 2008b.

_________. La metamorfosis. Trad. José Rafael Hernández Arias. Madri: Cofás Artes Gráficas, 2009.

_________. A metamorfose. Trad. de Marcelo Backes. Porto Alegre: L&PM, 2010.

_________. La metamorfosis. La condena. La muralla china. Trad. R. Kruger. Madri: Editorial Edaf, S.L.U., 2012a.

_________. La metamorfosi. Trad. de Elisa Perotti. In: Franz Kafka. Questa volta non mi alzo più. Roma: Nova Delphi, 2012b.

_________. La metamorfosis. Trad. Francisco Zanutigh Núñez. Buenos Aires: Editorial Losada, 2013.

_________. La metamorfosis. Adapt. Blanca Martínez Fernández. Ciudad de México: Selector, 2014a.

_________. La metamorfosis y otros cuentos. Tradutor não informado. Buenos Aires: Ediciones Lea, 2014b.

_________. The Metamorphosis; a new translation. Trad. de Susan Bernofsky. Nova Iorque: W. W. Norton & Company, 2014c.

_________. La metamorfosis. (Tradutor não informado.) Cuauhtémoc, D.F. (México): Editores Mejicanos Unidos, 2015a.

_________. La metamorfosis. Carta al padre. Trad. Ma. de la Luz Morales U. México D.F.: Grupo Editorial Tomo, 2015b.

_________. La metamorfosis. Adaptado do original alemão por Alicia Alarcón Armendáriz. 15ª ed. Cidade do México: Selector, 2015c (2003).

_________. La metamorfosis. El proceso. Tradutor não informado. México D.F.: Editorial Porrúa, 2015d.

_________. La metamorfosi. Trad. de Manuela Boccignone. Praga: Vitalis, 2015e.

_________. La Métamorphose. Trad. de Claude David. Paris: Gallimard, 2015e (1989).

MAIROWITZ, D. Z.; CRUMB, Robert. Kafka para principiantes. Trad. de J. Freitas e Silva. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 2000.

OVID. Metamorphosen. Trad. de Johann Heinrich Voß e Reinhart Suchier. Colônia: Anaconda Verlag GmbH, 2010.

Publicado
2016-12-20
Como Citar
CRUZ ROMÃO, T. L. As transformações de Gregor Samsa entre o texto original e os textos traduzidos. Revista Graphos, v. 18, n. 2, p. 113-134, 20 dez. 2016.