O ABC da dança: a ensinança do controle erótico das mulheres

  • Beliza Áurea de Arruda MELLO UFPB
Palavras-chave: Dança, Erotismo, Literatura de cordel

Resumo

O ABC das Danças é um tema recorrente nas narrativas de folhetos de cordel, situando-se numa verdadeira encruzilhada de “ensinanças” dos paradigmas do comportamento e da questão dos prazeres provocados pela dança nas mulheres do mundo rural do Nordeste brasileiro. O incessante jogo interligado entre dança /Eros/ prazer dá início à construção da instância de ditar normas ao prazer físico das mulheres, à semelhanças das narrativas de pensamento pedagógico na Idade Média, sobremaneira o livro Leal Conselheiro e o Livro da Ensinança de Bem Cavalgar Toda Sella de Don Duarte. O movimento da dança nas mulheres tem uma relação muito íntima entre um pacto da luxúria encadeado pelo diabo e a corporalidade da palavra com a simetria da encenação dos gestos da dança, uma representação dos novos paradigmas dos quereres femininos, em particular das mulheres do mundo rural nordestino.

Referências

Fontes medievais

DUARTE, D. Leal Conselheiro; Edição crítica de Joseph M. Piel, Lisboa Livraria Bertrand, 1942.

ROJAS, Fernando de. La Celestina. Damiani, Bruno M. (ed.). Madrid: Cátedra, 1974.

Fontes dos folhetos de cordel

CAVALCANTE, Rodolfo. ABC da nova dança (A dança do gute-gute). [s.n.t.]. 8p.

FRANCISCO SEVERINO, Gilberto. O grande exemplo da moça que foi ao inferno por disfazer da mãe e zombar de Frei Damião[s.n.t]8 p;

LEITE, José da Costa. A moça que dançou com Satanaz no inferno. Condado. [s.n.], [s.d.]. 8p.

SANTOS, Apolônio Alves. A mulher que foi ao inferno e dançou com o diabo.

____. A mulher que foi ao inferno e dançou com Satanás. [s.n.t.]. 8p.

____. A mulher que cantou cintura fina e dançou com o diabo. [s.n.t.]. 8p.

SANTOS, Manuel Camilo. A moça que dançou com o diabo cantando cintura fina. Guarabira: [s.1.], 1951, 8p.

SANTOS, Erotilde. A mulher que passou o carnaval no inferno. [s.n.t.]. 8p.

SENA, Joaquim Batista de. Estória de Marieta, a moça que dançou com o diabo cantando cintura fina. Guarabira [s.e.], 1974

______. Estória da moça que dançou no inferno. Juazeiro do Norte: [s.e.], 1978, 8p.

SENA, Joaquim Batista. Estória de Marieta, a moça que dançou no inferno.

Bibliografia complementar

BALANDIER, George. O contorno: poder e modernidade. Rio de Janeiro: Bertrand do Brasil, 1997.

BASTIDE, Roger. Imagens do Nordeste místico em preto e branco. Rio de Janeiro: Empresa Gráfica O Cruzeiro, 1945.

BATAILLE, Georges. O erotismo. Lisboa: Edições Antígona, 1988.

BERNHEIMER, R. Wild men in the middle Age. New York: Octagon Books, 1979.

CAPRA, Fritjol. O tao da física, Um paralelo entre a física moderna e o misticismo oriental. São Paulo: Cultrix, 1997.

DURAND, Gilbert, As estruturas antropológicas do imaginário. Lisboa: Editorial Presnla, 1989.

HUIZINGA, Johan. Homo Ludens. São Paulo: Perspectiva, 1980.

JUNG, Carly. Mysterium coniunctionis: pesquisas sobre a separação e a composição dos opostos na alquimia. Petrópolis: Vozes, 1985.

JUNG, Gustav Carl. Psicologia e alquimia. Petrópolis: Vozes, 1990.

MAFFESOLI, Michel. A sombra de Dioniso. Contribuição a uma sociologia da orgia. Rio de Janeiro: Edição Graal, 1985.

MALINOWISKI, Bronislaw. A Diary in the Strict Sense of the Word; New York: Harcourt, Brace & World,1967

MICHELET, Jules. A feiticeira. São Paulo: Círculo do Livro, 1985.

MURARO, Rose Marie. Sexualidade da mulher brasileira: corpo e classe social no Brasil. Rio de Janeiro: Record/Rosa dos Ventos, 1996.

NIETZSCHE, F. W. A origem da tragédia. São Paulo: Moraes, s.d.

Publicado
2017-12-26
Como Citar
MELLO, B. ÁUREA DE A. O ABC da dança: a ensinança do controle erótico das mulheres. Revista Graphos, v. 19, n. 2, p. 31-47, 26 dez. 2017.
Seção
Artigos do Dossiê