A CONSTRUÇÃO DA ARTE E DA CULTURA CONTEMPORÂNEA:UMA ANÁLISE A PARTIR DA OBRA DE ZECA BALEIRO

  • Marildo José Nercolini

Resumo

Trabalhando nos interstícios, dialogando com elementos globais, tecnologias de ponta e estratégias multidirecionais, mas sem esquecer o que lhe é diferencial e ao mesmo tempo sua moeda de troca: os elementos próprios da cultura onde vivem e criam, a Música Popular Brasileira (MPB) pós-90 está inserida na sociedade de seu tempo e é capaz de captar as transformações pelas quais a sociedade passa, criando a partir dela. A partir dos anos 90, em um mundo em que as fronteiras estão rasuradas e as identidades cindidas, os artistas, contemporâneos do tempo em que vivem, têm uma produção artística e uma postura de criação que dialogam diretamente com esse novo contexto. Transitam por diferentes gêneros, reciclam e traduzem o local de onde vêm, com seus costumes e tradições, colocando o local em contato com a cultura globalizada, dando-lhe uma amplitude cosmopolita, sem perder, no entanto, a dimensão própria. O foco desse estudo é, portanto, a produção musical pós 90, e, especialmente, o objetivo desse texto é analisar o trabalho criativo de Zeca Baleiro. PALAVRAS-CHAVE: MPB; Tradução cultural; Hibridação; Reciclagem Cultural.
Como Citar
NERCOLINI, M. J. A CONSTRUÇÃO DA ARTE E DA CULTURA CONTEMPORÂNEA:UMA ANÁLISE A PARTIR DA OBRA DE ZECA BALEIRO. Revista Graphos, v. 11, n. 2, 11.