Visões partilhadas: Joaquim Ruyra e Edgar Allan Poe

Autores

Palavras-chave:

Conto moderno, literatura catalã, estilos literários, Edgar Allan Poe, Joaquim Ruyra

Resumo

O novelista, poeta e tradutor espanhol Joaquim Ruyra i Oms (1858-1939) é considerado um dos grandes contistas modernos do final do século XIX e princípios do século XX e um dos autores mais representativos da Renascença catalã, notado especialmente pela inovação sintática do elaborado estilo de sua prosa, que reproduz a linguagem e a cultura da tradição oral do povo da região litorânea de Blanes, sua terra natal. Ruyra retratou costumes, folclore, tradições, aspectos arquitetônicos, laborais e linguísticos da província rural de Girona. Ele redigiu ensaios e contos que atestam genuína admiração pela obra de Edgar Allan Poe, desenvolvendo em histórias breves uma síntese criativa e original dos legados do Romantismo, do Simbolismo e do Realismo. A despeito do fato de ser lembrado como um mestre do conto na Espanha, os escritos de Ruyra permanecem praticamente desconhecidos no Brasil. Este estudo objetiva identificar características do conto “Visión agorera” relacionadas à ficção e à poesia de Poe. A análise indica que Ruyra foi discípulo da precisão descritiva de Poe e expôs afinidades com seus maiores temas: morte, luto, melancolia, visões oníricas e solidão. As considerações deste estudo sobre a biografia e a obra de Ruyra baseiam-se nos trabalhos de Lluïsa Julià i Capdevila (1992), Josep Pla (2001), Carles Miralles (2005) e Jordi Pàmias (2015), entre outros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Alice Ribeiro Gabriel, Universidade Federal de Uberlândia

Mestrado em Estudos Literários pela Universidade Estadual Paulista. Doutora em História Social pela Universidade de São Paulo. Pesquisadora vinculada ao Laboratório de Estudos Judaicos da Universidade Federal de Uberlândia - UFU e ao Grupo de Pesquisa Estudos do insólito ficcional: do mito clássico à modernidade - UFPB

Referências

ANCHO vuelo acampanado del hogar. WordReference.com Language Forums, Oct. 21, 2012. Disponível em: https://forum.wordreference.com/threads/ancho-vuelo-acampanado-del-hogar.2512753/. Acesso em: 02 fev. 2022.

BASSÓ, Jacint. “Jacobé i altres narracions” de Joaquim Ruyra. Barcelona: Editorial Empúries, 1986.

BAUDELAIRE, Charles Pierre. A uma passante. In: BAUDELAIRE, Charles Pierre ______. As flores do mal. 3. ed. Tradução de Ivan Junqueira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985, p. 361.

BURWICK, Frederick L. Edgar Allan Poe: The Sublime, The Picturesque, The Grotesque, and The Arabesque. American Studies, v. 43, n. 3, p. 423-436, 1998. Disponível em: http://www.jstor.org/stable/41157397. Acesso em: 06 fev. 2022.

CAPDEVILA, Lluïsa Julià i. Joaquim Ruyra, narrador. Barcelona: Publicacions de L’Abadia de Montserrat, 1992.

FARIA, Gentil Luiz de. Influência ou confluências? In: FARIA, Gentil Luiz de______. Estudos de Literatura Comparada. Curitiba: Appris, 2019, p. 69-94.

GIRALDI, William. Foreword. In: HAYES, Kevin J. (Ed.) The Annotated Poe. Cambridge, Massachusetts: The Belknap Press of Harvard University Press, 2015, p. xi-xxii.

MABBOTT, Thomas Ollive. Mellonta Tauta and a Remarkable Letter. In: MABBOTT, Thomas Ollive______. The Collected Works of Edgar Allan Poe - Vol. III: Tales and Sketches (1843-1849). Cambridge, Massachusetts: The Belknap Press of Havard University Press, 1978, p. 1289-1291.

MARTÍNEZ, Rosa Clar i; PRUNELLA, Jaume Marí i. Marines et boscatges, de Joaquim Ruyra. Barcelona: Generalitat de Catalunya - Departament d’ Ensenyament, 2004.

MASÓ, Narcís-Jordi Aragó. Dossier Joaquim Ruyra. Girona: les grans revelacions. Revista de Girona, Girona, año XXXV, n. 136, p. 36-39, 1989. Disponível em: http://www.raco.cat/index.php/revistagirona/article/viewFile/92605/117820. Acesso em: 08 fev. 2022.

MEINDL, Dieter. American fiction and the metaphysics of the grotesque. Columbia, London: University of Missouri Press, 1996.

MIRALLES, Carles. L’escriptura de Joaquim Ruyra. In: MIRALLES, Carles. ______. Homenatge a Joaquim Ruyra en el centenari de Marines i Boscatges (1903-2003). Barcelona: Institut d’Estudis Catalans, Secció Filològica, 2005, p. 57-66.

NIEVES, Luis López. Masovero. In: NIEVES, Luis López______. Ciudad Seva. Disponível em: http://ciudadseva.com/texto/vision-agorera/. Acesso em: 02 mar. 2022.

NIEVES, Luis López. Pavura______. In: NIEVES, Luis López______. Ciudad Seva. Disponível em: https://ciudadseva.com/texto/la-pavura/. Acesso em: 20 ago. 2022.

PÀMIAS, Jordi. Un gran narrador de petites històries: Joaquim Ruyra. Nuvol, Barcelona, 25 de fevereiro 2015. Disponível em: http://www.nuvol.com/noticies/un-gran-narrador-de-petites-histories-joaquim-ruyra/. Acesso em: 09 fev. 2022.

PLA, Josep. Notes disperses. Barcelona: Destino, 2001.

POE, Edgar Allan. A filosofia da composição. In: POE, Edgar Allan______. Poesia e Prosa. Tradução de Oscar Mendes e Milton Amado. São Paulo: Ediouro, 2000a, p. 407-414.

POE, Edgar Allan______. A queda da casa de Usher. In: POE, Edgar Allan______. Histórias extraordinárias. Tradução de Breno Silveira e outros. São Paulo: Abril Cultural, 1978, p. 7-27.

POE, Edgar Allan______. Al Aaraaf. In: POE, Edgar Allan______. Poesia e Prosa. Tradução de Oscar Mendes e Milton Amado. São Paulo: Ediouro, 2000b, p. 381-388.

POE, Edgar Allan______. Colóquio entre Monos e Una. In: POE, Edgar Allan______. Poesia e Prosa. Tradução de Oscar Mendes e Milton Amado. São Paulo: Ediouro, 2000c, p. 300-305.

POE, Edgar Allan______. Eleonora. In: POE, Edgar Allan______. Contos de terror, de mistério e de morte. Tradução de Oscar Mendes. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1981a, p. 120-125.

POE, Edgar Allan______. Ligeia. In: POE, Edgar Allan______. Contos de terror, de mistério e de morte. Tradução de Oscar Mendes. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1981b, p. 64-79.

POE, Edgar Allan______. De “Marginália” (Excertos). In: POE, Edgar Allan______. Poesia e Prosa. Tradução de Oscar Mendes e Milton Amado. São Paulo: Ediouro, 2000d, p. 442-454.

POE, Edgar Allan______. Manuscrito encontrado numa garrafa. In: POE, Edgar Allan______. Poesia e Prosa. Tradução de Oscar Mendes e Milton Amado. São Paulo: Ediouro, 2000e, p. 55-61.

POE, Edgar Allan______. Mellonta Tauta. In: CARDOSO, Rodrigo da Silva. Tradução comentada dos contos Loss of Breath, Mystification e Mellonta Tauta de Edgar Allan Poe. Dissertação (Mestrado em tradução). Estudos da Tradução da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2015, p. 112-138.

POE, Edgar Allan______. Mellonta Tauta. In: MABBOTT, Thomas Ollive (Ed.). The Collected Works of Edgar Allan Poe – Vol. III: Tales and Sketches (1843-1849). Cambridge, Massachusetts/ London, England: The Belknap Press of Havard University Press, 1978, p. 1289-1309.

POE, Edgar Allan______. O caso do Sr. Valdemar. In: POE, Edgar Allan______. Contos de terror, de mistério e de morte. Tradução de Oscar Mendes. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1981c, p. 223-232.

POE, Edgar Allan______. O enterramento prematuro. In: POE, Edgar Allan______. Contos de terror, de mistério e de morte. Tradução de Oscar Mendes. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1981d, p. 179-192.

POE, Edgar Allan______. O poder das palavras. In: POE, Edgar Allan______. Poesia e Prosa. Tradução de Oscar Mendes e Milton Amado. São Paulo: Ediouro, 2000e, p. 297-299.

POE, Edgar Allan______. Para Helena. In: POE, Edgar Allan. Poesia e Prosa______. Tradução de Oscar Mendes e Milton Amado. São Paulo: Ediouro, 2000g, p. 380.

POE, Edgar Allan______. Um sonho num sonho. In: POE, Edgar Allan______. Poesia e Prosa. Tradução de Oscar Mendes e Milton Amado. São Paulo: Ediouro, 2000g, p. 390-391.

RESINA, Juan Ramon. Josep Pla: seeing the world in the form os articles. Toronto: University of Toronto Press, 2017.

RUYRA, Joaquim. Carta a Guillermo Diaz-Plaja. In: FUSTÉ, Jordi Amat; CELA, Blanca Bravo; TABOADA, Anna Díaz-Plaja (Ed.). Querido amigo, estimado maestro: cartas a Guillermo Díaz-Plaja (1929-1984). Barcelona: Reial Acadèmia de Bones Lletres, Publicacions i edicions de la Universitat de Barcelona, 2009, p. 27-28.

RUYRA, Joaquim______. L’educació de la inventiva: discurs llegit em la V festa anual de l’intitut. Barcelona: Institut d’Estudis Catalans, 1938.

RUYRA, Joaquim______. Visión agorera. In: RUYRA, Joaquim______. Jacobé: narraciones del mar y la montaña. Tradución de Josep Carner. Barcelona: Ed. Domènech, 1909, p. 121-128.

VIDLER, Anthony. The Architecture of the Uncanny: The Unhomely Houses of the Romantic Sublime. Assemblage, n. 3, p. 6-29, 1987.

Downloads

Publicado

04.11.2022

Edição

Seção

VOLUME FLUXO CONTÍNUO