Raça e sexualidade transgressiva em Bom crioulo de Adolfo Caminha

Autores

  • Robert Howes

Resumo

Bom-Crioulo, de Adolfo Caminha (1895), foi o primeiro grande romance brasileiro a tratar da homos-sexualidade e um dos primeiros a ter um herói negro. O artigo descreve a fortuna crítica e as fontes de inspiração históricas e literárias da obra, especialmente o caso Marinho da Cruz em Portugal. Analisa a influência da tragédia clássica e as teorias científicas contemporâneas sobre a degeneração, a homos-sexualidade e a miscigenação racial, concluindo que Bom-Crioulo é uma meditação angustiada e ambígua sobre estes temas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2005-01-01

Edição

Seção

Artigos do Dossiê