MILITARIZAÇÃO E REPRESSÃO: CRIMINALIZAÇÃO DOS MOVIMENTOS SOCIAIS EM SÃO LUÍS PÓS-1964

Autores

  • Jesus Marmanillo Pereira

Resumo

O presente artigo visa analisar questões históricas e estruturais, fundamentais para a compreensão dos processos de legitimação das ações violentas, exercidas pelos militares durante a década de 1980. Pretende-se também refletir sobre possíveis consequências desse processo sobre a ideia de criminalização dos movimentos sociais em São Luís/ MA. Para tanto, priorizou-se a análise sobre as situações de conflitos e reivindicação por terrenos urbanos nessa capital, atentando para os posicionamentos políticos, o papel da Delegacia de Ordem Social e Política do Maranhão, contexto da Lei de Segurança Nacional (LSN) e suas implicações locais. Tais aspectos foram analisados com de acordo com um conjunto de fontes composto por recortes jornalísticos da época, arquivos da própria DOPS-MA e relatórios de organizações progressistas vinculadas a Arquidiocese de São Luís.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-12-31

Como Citar

PEREIRA, J. M. MILITARIZAÇÃO E REPRESSÃO: CRIMINALIZAÇÃO DOS MOVIMENTOS SOCIAIS EM SÃO LUÍS PÓS-1964. Sæculum – Revista de História, [S. l.], n. 27, 2012. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/srh/article/view/16444. Acesso em: 21 jan. 2022.