O OFÍCIO DA PINTURA EM PORTUGAL E O PROJETO DA ACADEMIA DE PINTURA

Autores

  • Raquel Quinet Pifano

Resumo

O estatuto social da arte e do artista no ocidente sempre foi alvo de muitas pesquisas e acalorados debates. O processo de reconhecimento do estatuto teórico da arte e sua consequente alteração do estatuto social do artista investigado ao longo da História da Arte mostrou-se complexo e até contraditório. Se durante o medievo, a condição de “artes mecânicas” das artes visuais parece aos historiadores muito clara, quando se trata de Antiguidade, o mesmo não acontece. Num olhar mais próximo, verifica-se que o reconhecimento dos artistas como merecedores de glórias e elogios varia ao longo do período clássico e muito do que se sabe sobre a condição social do artista no período foi revelado por Plinio em sua Historia naturalis...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-06-30

Como Citar

PIFANO, R. Q. O OFÍCIO DA PINTURA EM PORTUGAL E O PROJETO DA ACADEMIA DE PINTURA. Sæculum – Revista de História, [S. l.], n. 28, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/srh/article/view/18193. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: História e História da Arte