O PADROADO E A SUSTENTAÇÃO DO CLERO NO BRASIL COLONIAL

Autores

  • Lana Lage da Gama Lima

Palavras-chave:

Padroado, Igreja no Brasil Colonial, Emolumentos Eclesiásticos.

Resumo

Ao conceder à Coroa portuguesa o direito sobre a arrecadação dos dízimos nas terras ultramarinas, o padroado teve graves consequências para a sustentação da Igreja no Brasil colonial. Repassados de forma irregular e parcial, esses valores não eram suficientes para a estruturação de uma rede paroquial que permitisse assistir espiritualmente o vasto território da Colônia, comprometendo a remuneração dos serviços dos sacerdotes e obrigando-os à cobrança de emolumentos que oneravam ainda mais uma população já sacrificada pelo pagamento de inúmeros impostos. Essa situação deu origem a inúmeros conflitos a respeito das taxas eclesiásticas, nos quais a Coroa era chamada a intervir.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lana Lage da Gama Lima

Doutora em História Social pela Universidade de São Paulo. Professora Adjunta aposentada da Universidade Federal Fluminense.

Downloads

Publicado

2014-06-30

Como Citar

LIMA, L. L. da G. O PADROADO E A SUSTENTAÇÃO DO CLERO NO BRASIL COLONIAL. Sæculum – Revista de História, [S. l.], n. 30, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/srh/article/view/22231. Acesso em: 26 set. 2021.

Edição

Seção

Dossiê: História e História das Religiões