O PADROADO E A SUSTENTAÇÃO DO CLERO NO BRASIL COLONIAL

Autores

  • Lana Lage da Gama Lima

Palavras-chave:

Padroado, Igreja no Brasil Colonial, Emolumentos Eclesiásticos.

Resumo

Ao conceder à Coroa portuguesa o direito sobre a arrecadação dos dízimos nas terras ultramarinas, o padroado teve graves consequências para a sustentação da Igreja no Brasil colonial. Repassados de forma irregular e parcial, esses valores não eram suficientes para a estruturação de uma rede paroquial que permitisse assistir espiritualmente o vasto território da Colônia, comprometendo a remuneração dos serviços dos sacerdotes e obrigando-os à cobrança de emolumentos que oneravam ainda mais uma população já sacrificada pelo pagamento de inúmeros impostos. Essa situação deu origem a inúmeros conflitos a respeito das taxas eclesiásticas, nos quais a Coroa era chamada a intervir.

Biografia do Autor

Lana Lage da Gama Lima

Doutora em História Social pela Universidade de São Paulo. Professora Adjunta aposentada da Universidade Federal Fluminense.

Downloads

Publicado

2014-06-30

Como Citar

LIMA, L. L. da G. O PADROADO E A SUSTENTAÇÃO DO CLERO NO BRASIL COLONIAL. Sæculum – Revista de História, [S. l.], n. 30, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/srh/article/view/22231. Acesso em: 19 jun. 2021.

Edição

Seção

Dossiê: História e História das Religiões